Mural 3D revela templo maia em parede desmoronada de loja

ILUSÃO DE ÓTICA APÓS TERREMOTO FAKE

Los Gatos é uma cidade da baía de San Francisco, que carrega a sina de ser o epicentro de terremotos com média de 7.1 de magnitude.

Sua instabilidade geológica inspirou a pintura de um mural tridimensional que simula o desmoronamento da parede lateral de uma loja.

Ler mais

Retalhos de jeans reciclados como tabuleiros para jogos de damas

HAITIANOS ENCONTRAM FORÇA NA UNIDADE

Artesãos do Haiti estão produzindo tabuleiros de damas portáteis com os retalhos de jeans descartados nas confecções de roupas.

Mais do que um jogo, o trabalho é uma vitória da concepção consciente e da beleza com o reaproveitamento de recursos escassos.

Ler mais

Desempregados e sem-teto são ‘condenados’ a limpar usina nuclear

JAPONESES LANÇAM SEU BOLSA-FUKUSHIMA

Governo japonês está recrutando desempregados e sem-teto para ‘limpar’ a usina nuclear destruída pelo terremoto de 2011.

Organizações criminosas ajudam na contratação das pessoas por baixíssima remuneração, sem direitos ou seguro de saúde.

Ler mais

A praia que não tem areia, mas cacos rolados de vidro colorido

MINA A CÉU ABERTO DE PEDRAS PARA JOIAS

Após o grande terremoto que, em 1906, destruiu San Francisco, milhões de toneladas entulho foram despejadas no litoral da Califórnia.

Por algum estranho motivo, ao longo de um século os cacos de vidro foram se juntando e acabaram jogados pelas ondas numa praia.

Ler mais

O mais bonito e criativo anúncio funerário já feito até hoje

FLORES CELEBRAM A VIDA DE QUEM SE FOI

Uma agência de publicidade japonesa desenvolveu um anúncio pouco convencional para serviços funerários que levantou delicados desafios.

A ideia foi refletir sobre a forma de comunicar um novo papel para os funerais — como lembrar e celebrar a beleza da vida de um ente querido.

Ler mais

Réplica da Árvore do Milagre que resistiu a terremoto no Japão

HOMENAGEM A SOBREVIVENTE DO TSUNAMI

Um pinheiro foi o único sobrevivente de uma floresta de 70 mil árvores completamente extintas pelo tsunami que devastou parte do Japão há dois anos.

A imponente árvore resistiu por 18 meses, mas acabou morrendo devido aos altos níveis de salinidade no solo. Agora, virou monumento.

Ler mais
Página 1 de 181234Última »