Gato escorregando na vertical em versão relógio de parede 3D

SILHUETA METÁLICA BASTANTE CHIQUE E DIVERTIDA – Tema consagrado de tatuagens e adesivos, o gatinho escorregando na vertical com as unhas cravadas na parede ganhou uma versão tridimensional como relógio. Sobre um fundo oval e arranhado foi rebitada a moldura com três números, integrada à silhueta do bichano.

Ler mais

Silhueta de gato em suporte porta-livros para mesas ou estantes

GATO: SÍMBOLO E GUARDIÃO DA VIDA INTELECTUAL – “O salto que o gato dá para atingir a estante é mais do que impulso para a cultura. É o movimento civilizado de um organismo plenamente ajustado às leis físicas. Livros e papéis beneficiam-se com a presteza austera do símbolo e guardião da vida intelectual.” (Drummond)

Ler mais

Anel regulável com duas patas como um gato agarrado ao dedo

AO MESMO TEMPO, O GATINHO ESTÁ… E NÃO ESTÁ LÁ – ‘O estudo da metafísica consiste em procurar, num quarto escuro, um gato preto que não está lá’, dizia com espirituosidade o filósofo Voltaire. Neste anel temos só as patinhas com as pegadas, suficientes para nos permitir supor a ontológica presença felina sob o dedo.

Ler mais

Pingente de bruxa com caldeirão para chaveiro ou cordão

SÍMBOLO MÁGICO PARA A SABEDORIA DAS MULHERES – Uma feiticeira prepara a sua poderosa poção mágica num caldeirão transbordante, emoldurada por uma sinistra teia de aranha. Aos seus pés aparece até um gato preto, o chamado Puckerel, espírito guardião da Arte das Bruxas, que habita o corpo de um animal.

Ler mais

Silhuetas de bruxas de metal decoram paredes e jardins

O FEITIÇO ARTESANAL DA SERRALHERIA ARTÍSTICA – Conheça os sabás de bruxas com narigões aduncos e chapéus pontudos, montadas em vassouras ou cozinhando poções em caldeirões na companhia de gatos pretos arrepiados. As silhuetas das feiticeiras são de metal cortado a plasma e pintado com tinta automotiva.

Ler mais

Um incrível grafite de gnomo prateado fazendo gesto obsceno

EFEITOS EM TONS DE CINZA, BRANCO, AZUL E AMARELO – Quem desenha sabe o quanto é difícil romper os condicionamentos mentais de processar imagens em posição ‘normal’ ou em pé. O grafiteiro Fanakapan não tem problema com isso e criou, assim mesmo, deitado na horizontal, um gnomo com o dedo médio em riste.

Ler mais
Página 1 de 191234Última »