Joalheria da Flórida com pingentes de furacão na rota do Irma

DESTINO MUDA O VENTO E MARÉ DE SORTE DE CASAL – Ao longo dos anos, um casal de joalheiros ganhou fortunas com a premiada série de pingentes em forma de espiral dos furacões. Mas os ventos favoráveis e a maré de sorte podem chegar ao fim com a chegada do Irma à Flórida, onde se localiza a joalheria da dupla.

Ler mais

OVNI é fotografado perto do Sol por um satélite da NASA

OBJETO VOADOR DE DIMENSÃO GIGANTESCA

Um impressionante OVNI de dimensões gigantescas foi fotografado nas proximidades do Sol pelo satélite SOHO da NASA.

Embora a imagem venha provocando muitas especulações, a agência espacial norte-americana minimizou sua importância.

Ler mais

Explosão de cores nas penas do beija-flor em closes incríveis

A BELEZA MULTICOLORIDA DOS COLIBRIS

Se fotografar um cachorro já é osso duro de roer, pior é capturar flagrantes tão próximos de um bicho mínimo e arisco como o beija-flor.

Ainda mais que muitas fotos foram tiradas com as aves em pleno voo, batendo as asas 52 vezes por segundo. Daí o valor dessas imagens.

Ler mais

Dois planetas gigantes desconhecidos podem orbitar o sistema solar

NASA QUER CONFIRMAR PLANETA X E NIBIRU

Os primeiros e fortes indícios da existência de mais um planeta gigante no Sistema Solar foram anunciados há pouco pela NASA.

Astrônomos encontraram pistas de que o Planeta X pode ter um ‘irmão’, o Planeta Y, interferindo no equilíbrio do nosso sistema.

Ler mais

Gotas de água com aspecto de pedras preciosas e cristais coloridos

REFRAÇÃO AMPLIADA PELAS LENTES MACRO

Minúsculas gotas d’água adquirem magicamente formas de cristais coloridos e aspecto cabochão das pedras preciosas lapidadas.

O efeito amplificado pela refração da luz é obtido por lentes macro de fotografia, acentuando o clima que se aproxima do esotérico.

Ler mais

A explosão do meteorito que caiu na cidade russa de Murmansk

CORPO CELESTE CAI PERTO DO POLO NORTE

Um meteorito caiu próximo à cidade russa de Murmansk, na noite de 18 para 19 de abril, localizada a 200 km do Círculo Polar Ártico.

Até a explosão, o objeto luminoso se deslocava com grande velocidade rumo à Terra, deixando atrás de si extensa cauda cintilante.

Ler mais
Página 1 de 51234Última »