Um grande amigo representa nossa cultura popular na Europa

PERFORMANCE DE UM CORDELISTA EM PARIS

O cordelista Antonio Barreto representou o Brasil no Colóquio Internacional Poéticas de Paul Zumthor, na Universidade de Paris.

O evento comemorou o centenário de nascimento do pensador medievalista, estudioso dos fenômenos da voz no âmbito da antropologia.

Ler mais

No Fim das Contas Ninguém Sai Vivo – livro de Patativa Moog

SUGESTÃO LITERÁRIA DA LUCIANA THEES

‘No Fim das Contas Ninguém Sai Vivo’ é o novo livro de Patativa Moog, escritor nordestino e líder da banda Madalena Moog.

De acordo com Fernando Moraes, ele escreve ‘um romance beat-filosófico extraordinário, celebração caótica dos anos 90.’

Ler mais

Desagravo aos médicos cubanos em versos de cordel

REPULSA DO POETA POPULAR EDMAR MELO

Em versos de desagravo
A esses médicos estrangeiros
Eu digo que essa minoria
Ligada à xenofobia
Não é coisa de brasileiro…

Ler mais

Poesia: O anjo que morava em mim… despediu-se e foi embora

O CHEFE DE REDAÇÃO

O anjo que morava em mim
despediu-se e foi embora,
pois tudo tem sua hora
e tudo tem o seu fim…

(Poema de Clóvis Campêlo)

Ler mais

Cordelista que zoou Caetano Veloso e Pedro Bial ataca de Vampiro

O CHEFE DE REDAÇÃO
Antonio Barreto é o cordelista que, sem dó nem piedade, detonou com versos as vaidades de gente como Caetano Veloso e Pedro Bial.

Neste final de semana, o professor de literatura de cordel para crianças e adolescentes lança seu mais novo folheto, O Vampiro Apaixonado.

Ler mais

Cordel do Bin Laden — Morte e Testamento de Osama

A CACHAÇA DA HAPPY HOUR
‘Morte e Testamento de Osama Bin Laden’, um cordel de autoria do poeta cearense Pedro Paulo Paulino, onde o famoso terrorista deixa a sua derradeira mensagem ao mundo.

Ler mais
Página 1 de 212