O demônio que soltou o burro – lenda sobre ódio e destruição

A ESPIRAL DA INTOLERÂNCIA E VIOLÊNCIA SEM FIM – Conta a lenda que havia um burro amarrado em uma fazenda. O demônio apareceu e o soltou. O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e comeu tudo. A mulher do dono da horta, quando viu aquilo, pegou a espingarda e atirou. Aí, começou a espiral de violência.

Ler mais

Classe média: a massa de manobra movida pelo medo e pelo ódio

VIVER DE APARÊNCIAS E ACHAR ISSO CHIQUE

O ódio. A força de uma classe média apavorada movida por ele pode ser monumental. Ele é consequência de um medo atávico.

A massa de manobra em que se transformam os estratos medianos sociais tem o poder de varrer uma sociedade. E até matar.

Ler mais

Quando as mulheres eram presas por usar maiôs ‘indecentes’

‘BONS COSTUMES’ NA FITA E NA MEDIDA CERTA

Há 100 anos, nas praias dos EUA, ia em cana a mulher que tivesse a petulância de usar um saiote mostrando a coxa mais de seis centímetros acima do joelho.

Para cumprir a lei dos ‘bons costumes’ da época, policiais faziam ronda nas areias com a fita métrica em punho.

Ler mais

Todos podem – e devem – ser sinceros. Mas jamais grosseiros!

QUEM FALA TUDO O QUE QUER ATRAI O ÓDIO

De nada vale uma pessoa ser totalmente sincera ou falar o que pensa se isso é ofensivo, burro etc.

Não existe mérito algum em não ser hipócrita: é o mínimo que se espera de uma pessoa decente.

Ler mais

Universidade combate cola nas provas com o uso de antolhos

PROFESSOR TRATA O ALUNO COMO EQUINO

Um bizarro capacete de papel impede que os alunos colem as respostas das provas de colegas ao lado.

A prática oficial do ‘bullying’ só é possível em regimes autoritários, como na ditadura militar tailandesa.

Ler mais