Mini regadores de plantas em joias para amantes da jardinagem

BIJUTERIAS PARA EVENTOS CULTURAIS E COMERCIAIS – Nascida e criada na área rural, a designer desenvolve joias inspiradas em instrumentos de jardinagem, como pingentes, anéis e pares de brincos com miniaturas de regadores de plantas. Não são peças de uso diário, claro, mas para eventos temáticos culturais e comerciais.

Ler mais

I Love Bike – pingente esportivo com bicicleta dentro do coração

UMA BIJUTERIA PARA OS APAIXONADOS PELO CICLISMO – Quem traz o ciclismo no coração se apaixona por este singelo pingente para cordão ou até chaveiro. Como sai bem caro importar a bijuteria de prata dos EUA, a alternativa mais econômica é substituir a original pela similar nacional de alta qualidade fundida em pewter.

Ler mais

Pingente com gato montado numa vassoura voadora de bruxa

A LIGAÇÃO MÁGICA E ELEVADA ENTRE OS SERES VIVOS – Na época da Inquisição, mulheres acusadas de bruxaria e gatos eram sacrificados com frequência. A prática bizarra pertence ao passado mas o folclore preservou a ligação mágica e espiritualmente elevada que pode e deve existir entre todos os seres vivos.

Ler mais

Quando menos é mais: pingente de Lua em Quarto Crescente

A FORÇA E A DELICADEZA DE UMA JOIA MINIMALISTA – Tenho fases, como a Lua, fases de andar escondida, fases de vir para a rua… Perdição da minha vida! Perdição da vida minha! Tenho fases de ser tua, outras de ser sozinha. Fases que vão e vêm, no secreto calendário que um astrólogo arbitrário inventou para meu uso.

Ler mais

Com o caminhão no coração: brinde para empresa de transporte

LEMBRANÇAS PARA TRANSPORTADORES DE CARGAS – Hoje o Brasil tem mais de um milhão de motoristas habilitados para o transporte rodoviário de cargas acima de meia tonelada. Isto dá uma noção do potencial do mercado de brindes para distribuição em datas festivas e eventos comemorativos das empresas do setor.

Ler mais

Anel com asas para quem voa em busca do sonho de liberdade

A ARTE COMO METÁFORA DE UMA VIAGEM ALADA – Somos assim. Sonhamos o voo, mas tememos as alturas. Para voar é preciso amar o vazio. Porque o voo só acontece se houver a ausência de certezas. O homem quer voar, mas teme o vazio. Por isso troca o voo por gaiolas, o lugar onde as certezas moram.

Ler mais
Página 1 de 401234Última »