Significado das joias com cavalos: símbolos de liberdade da alma

MAGIA SUTIL DOS EQUINOS QUE ENCANTA E FASCINA – Muitos usam joias com silhuetas de cavalos porque os animais são bonitos; outros, pela simbologia mágica associada aos equinos. No plano físico, simbolizam a graça, velocidade, vitalidade e nobreza; nos chamados planos sutis, iluminação interior e elevação espiritual.

Ler mais

Pirahã: idioma mais difícil do mundo é falado aqui no Brasil

COMO SE FOSSE LÍNGUA DE OUTRO PLANETA

Não é o grego, nem o chinês e muito menos o alemão: o idioma mais difícil do mundo é falado por cerca de 350 nativos da Amazônia.

Nada se compara ao pirahã entre as milhares de línguas existentes no planeta. É como se fosse um dialeto usado por extraterrestres.

Ler mais

Cesto para pesca artesanal do camarão inspira joias e luminárias

GOTAS DE PRATA EM TRAMA GEOMÉTRICA

Nativos da cultura maori que habitam a Polinésia usam cestos armados com gravetos para capturar camarões de água doce.

A forma de gota em tramas geométricas se transformou em pingentes e brincos de prata, além de cúpulas pendentes do teto.

Ler mais

Povos indígenas com medo da atriz e fazendeira Regina Duarte

DO BLOG ECONSCIÊNCIA
Diversos políticos e famosos são proprietários de fazendas em área de conflito agrário no Mato Grosso do Sul. Regina Duarte, Ratinho e Hebe Camargo estão relacionados nesta lista.

Regina Duarte lidera o setor pecuarista contra os povos indígenas e participa de comícios contra as demarcações em todo Brasil.

Ler mais

Boneca indígena Karajá é Patrimônio Cultural Nacional

A CACHAÇA DA HAPPY HOUR
O Iphan emitiu o certificado de registro como Patrimônio Cultural para os saberes e práticas associadas ao modo de fazer bonecas Karajá.

Por razões mitológicas, ritualísticas e ligadas à vida cotidiana e à fauna, as bonecas são instrumentos de socialização das crianças indígenas.

Ler mais

Quase metade dos idiomas do mundo corre o risco de desaparecer

O CHEFE DE REDAÇÃO
Dos 6 mil idiomas recenseados no planeta, mais de 2,5 mil correm perigo, contabiliza a Unesco.

O desaparecimento de línguas está cada vez mais acelerado, devido à globalização.

Povos que antes estavam isolados encontram-se agora praticamente vivendo em meio a uma modernidade avassaladora.

Ler mais
Página 1 de 212