Natureza mostra força com meteoro verde e tempestade de raios

FOTOS CAMPEÃS: CONCURSO NATIONAL GEOGRAPHIC – O meteoro verde foi capturado pelas lentes de um sortudo que documentava a urbanização noturna de uma iluminada cidade indiana. Já o registro da enorme tempestade de raios foi feito por um piloto da cabine de um Boeing 767-300, quando sobrevoava o Pacífico.

Ler mais

Astros e constelações de estrelas nas estampas da moda espacial

O BRILHO ESTELAR NA COLEÇÃO VALENTINO

Parece que vai pegar mesmo a tendência dos astros e constelações de estrelas nas estampas propostas pela maison Valentino.

E não só na padronagem dos tecidos usados nas coleções outono-inverno, como nos acessórios de metal com o tema espacial.

Ler mais

Rosto humano no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko é pareidolia

ILUSÕES DE ÓTICA NUMA ROCHA ESPACIAL

Enxergar rostos em objetos incomuns não é novo. O fenômeno da pareidolia é uma resposta psicológica a contornos aleatórios.

Também acontece com as imagens enviadas pela sonda Rosetta que entrou na órbita do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

Ler mais

Asteroide guiado por pirâmide alienígena se aproxima da Terra

UMA ANOMALIA NA SUPERFÍCIE DO 1999RQ36

Um gigantesco asteroide possui uma estrutura parecida com uma pirâmide negra, com escotilhas iluminadas no topo e nas laterais.

Ufólogos acham que o corpo celeste seja guiado por ETs, devido às correções repetidas no seu rumo espacial em direção à Terra.

Ler mais

Últimas de Astronomia: o asteroide ‘anticristo’ e a formação da Lua

PERIGO CONSTANTE DE TROMBADA CÓSMICA

Um asteroide com 325 metros de extensão vai passar a um milhão de quilômetros. Em termos astronômicos é perto, muito perto.

E astrônomos alemães confirmaram a teoria de que a Lua surgiu como resultado da colisão da Terra com um grande corpo celeste.

Ler mais

A explosão do meteorito que caiu na cidade russa de Murmansk

CORPO CELESTE CAI PERTO DO POLO NORTE

Um meteorito caiu próximo à cidade russa de Murmansk, na noite de 18 para 19 de abril, localizada a 200 km do Círculo Polar Ártico.

Até a explosão, o objeto luminoso se deslocava com grande velocidade rumo à Terra, deixando atrás de si extensa cauda cintilante.

Ler mais
Página 1 de 51234Última »