O demônio que soltou o burro – lenda sobre ódio e destruição

A ESPIRAL DA INTOLERÂNCIA E VIOLÊNCIA SEM FIM – Conta a lenda que havia um burro amarrado em uma fazenda. O demônio apareceu e o soltou. O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e comeu tudo. A mulher do dono da horta, quando viu aquilo, pegou a espingarda e atirou. Aí, começou a espiral de violência.

Ler mais

Anéis com diabinhos de ouro para meninas mais encapetadas

JOIAS ENCARNAM O ESPÍRITO ADOLESCENTE

As divertidas alianças com o contorno de um emoticon de diabinho são voltadas para o público feminino na flor da adolescência.

Simbolicamente, portanto, tudo a ver. As joias são produzidas em três versões com fios redondos de ouro branco, amarelo e rosa.

Ler mais

Coisa do diabo: propaganda política ilegal e compra de votos

A COMPRA DAS CONSCIÊNCIAS TELEVISIVAS

Uma senhora pobre telefonou para um programa religioso de tevê pedindo ajuda. O pastor eletrônico sugeriu que orasse bastante.

O capeta, que se divertia horrores assistindo ao show, resolveu pegar uma carona e aproveitou para fazer propaganda política ilegal.

Ler mais

Sininho, uma agitadora black bloc descartável a serviço da direita

UMA REVOLUCIONÁRIA NA TERRA DO NUNCA

Sininho representa o desencanto de uma geração que acreditou na inconsequência como ação de transformação revolucionária.

Não há como não se enternecer com a figura da personagem. Ela é a imagem da filha adolescente, frágil e radical. Mas o capeta!

Ler mais

Uma reflexão espirituosa sobre marchas, protestos e badernas

O NEGÓCIO AGORA É RIR PARA NÃO CHORAR

Depois de fazer a Revolução Russa, acabar com as diferenças entre classes sociais e dedicar sua vida ao comunismo, Lênin finalmente morre.

Por ser ateu e ter perseguido os religiosos, acaba condenado, num tribunal de exceção, a queimar pela eternidade nas chamas do inferno…

Ler mais