Surrado nas urnas, Raul Jungmann arruma emprego dos sonhos em SP


Ave de Arribação

AVE DE ARRIBAÇÃO

Conforme previsto por vários comentaristas, o ex-deputado Raul Jungmann (o mesmo do hoax das tartarugas no rio Solimões), candidato derrotado ao Senado pelo PPS de Pernambuco nas últimas eleições, arrumou uma boquinha invejável por indicação política.

A exemplo de seus conterrâneos Roberto Freire e Marco Maciel, enxotados pelas urnas da terrinha natal, ele alçou vôo e, seguindo exatamente a mesma rota, pousou num emprego público em São Paulo para bater ponto uma única vez por mês em troca de R$ 6.000,00.

O Chefe de Redação

Deu no Estadão: “Conterrâneo do presidente do Conselho Político do DEM, Marco Maciel, o ex-deputado pernambucano Raul Jungmann (PPS) pretende continuar no conselho de administração da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET). Assim como Maciel, ele foi indicado pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD) e recebe salário de 6 mil reais para participar de uma reunião por mês. Jungmann está na função desde março.

Apesar de residir em Recife e estar frequentemente em Brasília, Jungmann não vê problemas em continuar no conselho da empresa, responsável pelo trânsito paulistano. “Quando eu era presidente do conselho de administração do BNDES, não morei no Rio, e quando era vice-presidente do Banco do Brasil, não morava em Brasília”, argumentou.

O ex-deputado disse que a função na CET não tem a ver com o dia a dia do trânsito em São Paulo. “No conselho, você vê contabilidade, metas, programas e andamento do que foi planejado”, explicou. “Não toca diretamente na administração, não se envolve neste cotidiano.”

Jungmann afirmou também não haver qualquer constrangimento no PPS com sua participação na gestão Kassab e lembrou que foi indicado para ocupar o lugar de Roberto Freire, presidente de seu partido. Freire trocou Pernambuco por São Paulo e se elegeu deputado federal pela bancada paulista no ano passado.”

* * *

O Chefe de Redação

7 comentários em “Surrado nas urnas, Raul Jungmann arruma emprego dos sonhos em SP

  • 16 de maio de 2011 em 13:36
    Permalink

    Pois é, e no desgoverno do estado de S.P, tem uns que são conselheiros de mais de uma empresa, as reuniões nunca passam de 1 hora e ganham de todas as empresas, falo por conhecimento, pois fui conselheiro eleito pelos trabalhadores da EMAE e presenciei isso.

    Resposta
  • 14 de maio de 2011 em 16:27
    Permalink

    “Quando eu era presidente do conselho de administração do BNDES, não morei no Rio, e quando era vice-presidente do Banco do Brasil, não morava em Brasília”.

    Que cara de pau! Réu confesso!

    Então nem quando era ministro da Reforma Agrária do FHC devia dar as caras no gabinete. Só vivia voando pra lá e pra cá, faturando umas diárias, era isso?

    Cumé que sempre arrumam uns bicos gordos assim?

    Resposta
    • 14 de maio de 2011 em 18:08
      Permalink

      ESPECIALISTA EM TRÂNSITO… oras. Está justificado o “cabide” aqui na CET. KKKK.

      Resposta
  • 14 de maio de 2011 em 13:03
    Permalink

    Caraca !!! …. 6 mil contos ???
    Por uma reunião por mês ?
    Carguinho que era do Freire ??
    Adonde tomém tá o ex-vice do FHC ?
    Caraca de novo !
    Sobre o Kassab , então , lembra daquela musiquinha ??
    Ele é um índio camarada …. amigo da garotada ……………..

    Resposta
  • 14 de maio de 2011 em 09:39
    Permalink

    Num acredito. Sempre mais do mesmo e pros mesmos.

    Resposta
  • 14 de maio de 2011 em 02:16
    Permalink

    Não vi o hipocrita do Boris Casoy fazer biquinho indignado na Band. Porque será, hem, dois pesos e duas medidas?

    Então digo eu: IS-TO-É-U-MA-VER-GO-NHA-!!!

    Resposta
    • 16 de maio de 2011 em 13:43
      Permalink

      Esse Boris aida não foi preso, porque a lei que torna crime a discriminação, esta equivocada, deveria punir todo tipo de discriminação, fazer como esta sendo feito, separado (negros, agora homofobia) teremos infinitos artigos de lei. Acho que deveriam criminalizar a discriminação como um todo.
      Valeu

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: