Steven Seagal processado por morte de cachorro em reality show


Steven Seagal - cartum

ANIMAL VIOLENTO

A vida imita um tipo de lixo também chamado ‘arte’ e transporta a violência das telas para a realidade.

Do blog BananaPost

Steven Seagal responde a processo por fuzilar o cãozinho do cidadão Jesus Sanchez Llovera, morador da cidade de Maricopa, no Arizona, durante cena do reality show “Steven Seagal: Lawman”.

Além do dublê de ator, de 59 anos, o departamento de polícia da cidade também é réu no processo.

No programa, o brutamontes conhecido por filmes de ação e violência gratuita, participa de operações policiais de verdade. Nesse mesmo episódio, Seagal desfila dentro de um tanque de guerra.

O cãozinho de 11 meses foi morto a tiros quando Seagal e um delegado foram à casa de seu dono investigar uma denúncia de que no local havia uma rinha ilegal de galos.

Não se sabe da onde partiram os tiros que mataram o bicho.

Agora, Llovera quer US$ 25 mil por humilhação, dano à propriedade e “aflição emocional”.

“Crueldade animal é uma das coisas que mais me irrita”, alegou Seagal à rede de TV ABC, provavelmente referindo-se a si próprio. Apenas ato falho…

No F5 Celebridades

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada


Deixe um comentário interessante neste artigo: