Serviço de e-mail gratuito e seguro dos Correios chega este ano

BRASIL COMEÇA A CONSTRANGER O ESPIÃO

Contra espionagem dos EUA

Se é verdade que a espionagem nunca vai acabar, também é óbvio que criar algumas salvaguardas para evitar a completa esbórnia invasiva na área das comunicações é uma das melhores formas de manter o espião sob pressão.

Constranger o mais forte, muitas vezes, é a primeira atitude capaz de tornar o mundo menos bárbaro. Expor e denunciar o uso abusivo da força é uma estratégia inteligente e necessária para frear o vale-tudo, a arrogância dos EUA.

Não adianta os vira-latas da velha mídia tentarem desqualificar a iniciativa, porque é aí que reside o simbolismo do lançamento pelo governo do primeiro serviço de e-mail gratuito criptografado, totalmente nacional, para a população.

INVASÕES SOB AUDITORIA

O sistema que será oferecido pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT), entrará em funcionamento até o final do ano e está sendo desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Porque usa infraestrutura própria e software livre, o sistema do órgão é considerado o mais seguro hoje no País. No mundo da tecnologia, nem todas as portas são fechadas mas as tentativas de espionagem poderão ser auditadas.

O Serpro vai fazer o trabalho técnico em parceria com os Correios. Caberá ao Ministério das Comunicações realizar uma articulação para potencializar a infraestrutura capaz de atender à população brasileira.

O e-mail será gratuito e o projeto custeado pelo governo através de anúncios e banners. O sistema deverá ser nos mesmos moldes do serviço de e-mail expresso que já é oferecido pelo Serpro a seus clientes corporativos.

Deixe um comentário interessante neste artigo: