Sempre julgamos os outros exatamente por aquilo que somos

O GAROTINHO, A GARÇONETE E O SORVETE

Gorjeta por sorvete

A garçonete atende um menino à mesa de uma sorveteria.

— Quanto custa um sundae? — pergunta o garoto.

— 5 reais — responde ela.

Ele conta as suas moedinhas e torna a perguntar:

— E um sorvete simples?

— 4 reais — devolve, impaciente, a atendente.

O garotinho confirma o sorvete simples.

A moça traz o pedido junto com a conta.

Ele come, se dirige ao caixa, paga e vai embora.

De retorno para limpar a mesa, ela se espanta.

Ao lado do potinho plástico, havia uma moeda de 1 real como gorjeta.

(Precisa de moral da história?)

Deixe um comentário simpático neste artigo: