Sai mais barato viver em Miami, nos EUA, do que em São Paulo

São Paulo x Miami - custo de vida

DESCOLADO… DA REALIDADE

Viver em São Paulo custa mais caro do que em Miami, na Flórida, um dos principais centros financeiros dos EUA. Isso vale para todos os setores, desde alimentação, serviços de lazer, entretenimento, transporte e alugueis, até aquisição de casas e carros. A rede hoteleira também está com preços muito elevados na capital paulista, o que afasta ainda mais os visitantes.

CUSTO DE VIDA EM SÃO PAULO SUPERA O DE MIAMI

por Eduardo Leal Jr. *

São Paulo movimenta grande parte da economia brasileira. Além de ser a sexta maior cidade do planeta e a maior do Brasil, a capital do Estado de São Paulo é conhecida também como o mais importante centro de negócios do país.

Sua região metropolitana possui aproximadamente 20 milhões de habitantes e somente o município de São Paulo comporta mais de 11 milhões de pessoas.

A cidade também oferece forte influência mundial, política e economicamente, e abriga mais da metade das multinacionais estabelecidas no país. Com todas essas características não é de se admirar que São Paulo tenha um alto custo de vida.

Miami x São Paulo

Atualmente viver na metrópole está mais caro que morar em cidades norte-americanas ou europeias. Recentemente São Paulo foi listada como uma das cidades que apresentam o maior custo de vida do mundo.

Conforme informações divulgadas na mídia, no ano de 2010, SP ocupava a 21ª posição no ranking das mais caras do mundo, porém em 2011 passou a ocupar a posição de número 10.

Para se ter uma ideia mais clara sobre o assunto, o custo de vida em São Paulo está mais caro que viver em Miami, na Flórida, um dos principais centros financeiros dos EUA.

Miami comporta mais de 700 mil habitantes e sua região metropolitana abrange aproximadamente 2 milhões de pessoas. A cidade está entre os dez destinos mais procurados por turistas de todo o planeta, principalmente estadunidenses, que procuram bons produtos e prezam por preços baixos.

Segundo especialistas, um dos motivos desta grande diferença deve-se ao fato de que a carga tributária tem um valor muito mais elevado no Brasil que nos Estados Unidos.

Bandeira EUA e Estátua da Liberdade

Em São Paulo, alguns produtos podem ter até 70% do valor destinado aos impostos. Já em Miami, o imposto custa cerca de 6%, ou seja, é possível adquirir produtos até 64% mais baratos em relação ao valor exigido por eles em São Paulo.

Isso vale para todos os setores, desde alimentação, serviços de lazer, entretenimento, transporte e alugueis, até aquisição de carros e moradias.

A rede hoteleira também está com preços muito elevados na capital paulista, o que afasta ainda mais os visitantes.

Nos últimos anos, enquanto os EUA passavam por uma crise econômica que fez cair muito os preços do mercado imobiliário, em São Paulo os preços dos imóveis, alugueis e alimentação subiram assustadoramente.

* Eduardo Leal Jr. é administrador de empresas

Deixe um comentário interessante neste artigo: