Ruby Tuesday: tema do filme de ficção Filhos da Esperança

A Cachaça da Happy Hour (em 15/11/2009)

Versão do siciliano Franco Battiato para o clássico Ruby Tuesday, dos stones Mick Jagger e Keith Richards, que faz parte da trilha sonora do ‘cult’ Filhos da Esperança (Children of Men).

Lançado em 2006, o filme de ficção é dirigido por Alfonso Cuarón e estrelado por Clive Owen (na foto – clique para abrir o wallpaper), Julianne Moore, Michael Caine e Chiwetel Ejiofor.

Ator Clive Owen

RUBY TUESDAY

(Letra e Música de Mick Jagger e Keith Richards)

She would never say where she came from
Yesterday don’t matter if it’s gone
While the sun is bright
Or in the darkest night
No one knows
She comes and goes

Goodbye, Ruby Tuesday
Who could hang a name on you?
When you change with every new day
Still I’m gonna miss you…

Don’t question why she needs to be so free
She’ll tell you it’s the only way to be
She just can’t be chained
To a life where nothing’s gained
And nothing’s lost
At such a cost

Goodbye, Ruby Tuesday
Who could hang a name on you?
When you change with every new day
Still I’m gonna miss you…

There’s no time to lose, I heard her say
Catch your dreams before they slip away
Dying all the time
Lose your dreams
And you may lose your mind.
Ain’t life unkind?

Goodbye, Ruby Tuesday
Who could hang a name on you?
When you change with every new day
Still I’m gonna miss you…

Goodbye, Ruby Tuesday
Who could hang a name on you?
When you change with every new day
Still I’m gonna miss you…


Em alguns navegadores poderá estar bloqueada a execução do vídeo. Nestes casos é só clicar e assistir diretamente no YouTube.

* * *

Blog da Nívia de Oliveira Castro

4 comentários em “Ruby Tuesday: tema do filme de ficção Filhos da Esperança

  • 29 de agosto de 2014 em 16:49
    Permalink

    O personagem principal desta história é definitivamente o meu favorito, Clive Owen sempre me pareceu um ator misterioso e muito talentoso e está mostrando na série é o protagonista Knick, o papel está se desenvolvendo vai ficar perfeito e a história é triste e interessante.

    Resposta
    • 29 de agosto de 2014 em 17:19
      Permalink

      Os traços angulosos da fisionomia dele, Fernanda, ajudam bastante a compor personagens em papéis tensos como neste filme. Com certeza foi escolhido por essa característica física e, claro, pelo indiscutível talento. Também gosto muito do Clive.

      Resposta
  • 20 de novembro de 2009 em 08:29
    Permalink

    Eu nem sei o que é mais bonito nesse vídeo: se as holandesas, se a paisagem ou se a música. Puxa vida, madame, essa carta você tirou da manga, hem. Muito bom!

    Resposta
  • 19 de novembro de 2009 em 16:21
    Permalink

    Coisa mais linda do mundo nivea.
    Que musica maravilhosa.
    Nao vi filme mas vou procura onde encotrta.
    Beijso Daianne

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: