Rock in Rio Doce de música brega, sátira do festival carioca em Olinda

Rock in Rio - música brega

EU VOU, MAS NÃO SEI SE VOLTO

Do blog BananaPost

Sabe aquela frase de parachoques de caminhão, “por falta de roupa nova, passei o ferro na velha”? Ou o adágio popular, “quem não tem tu… vai tu mesmo”? Como, afinal, poderia ser também a indefectível “quem não tem cão, caça com gato”?

Pois é, por falta de grana para se deslocar de Pernambuco até a capital fluminense para curtir o mega evento musical que rola até este domingo na Cidade do Rock, dois malucos de Olinda resolveram patrocinar uma sátira brega intitulada Rock in Rio Doce.

Com o enigmático subtítulo “Eu vou, mas não sei se volto”, o Mercado Eufrásio Barbosa será palco, neste sábado e domingo, de apresentações inesquecíveis das bandas Faringes da Paixão, Vício Louco e Ciranda de Maluco. O cantor Kelvis Duran, o “Príncipe do Calypso”, e o DJ Remixsom compõem o line-up da festa.

São quatro áreas preparadas para receber o público – o Palco inMundo, o Roube’Street’Fighter, o SunGretch (Conga Lá Conga), além da Laje Eletrônica –, em referência debochada a nomes de espaços do Rock in Rio original. De todos eles, restou apenas o Frontlaje, cujo ingresso custa R$ 25.

O esquema foi todo armado pelos estudantes Rafael Queiroz e Lucas Campos, pelo Facebook, e mais de 12 mil pessoas confirmaram presença no evento nordestino. Quem tiver notícias, favor colaborar enviando comentários.

Fonte

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada


Deixe um comentário interessante neste artigo: