Ricos planejam escapar do caos se escondendo na Nova Zelândia

A ESQUADRILHA DO SALVE-SE QUEM PUDER

Jatos decolando ao mesmo tempo
Já está prevista uma revoada de bilionários tendo como destino final duas longínquas ilhas, com área total de 268 mil km², de um lado banhadas pelo Mar da Tasmânia e, do outro, pelo Pacífico Sul.

É para a Nova Zelândia, o terceiro país mais seguro do mundo, que os obscenamente ricos planejam fugir caso os miseravelmente pobres resolvam acabar, na marra, com a desigualdade no mundo.

Vista de satéliteNão, não se trata de teoria da conspiração ou profecia de esquerdistas radicais. A rota de fuga vem sendo, sim, estratégica e abertamente preparada com muita antecedência pelos endinheirados.

Tanto é verdade que o mercado imobiliário pega fogo por aquelas bandas, com as maciças aquisições de mansões com decks para a atracação de iates e fazendas com pistas de pouso privativas.

Detalhes do movimento de auto-preservação dos super-ricos frente ao hipotético cenário apocalíptico foram admitidos, no último Fórum de Davos, pelo diretor do instituto New Economic Thinking.

Destino de ricaços

Na opinião de Robert Johnson, ligado ao mega-especulador George Soros, “as sociedades toleram a desigualdade desde que o piso de renda cresça o suficiente” para satisfazer suas necessidades.

Só que não é o que acontece. Desde que estourou a grande crise financeira de 2008, nunca tão poucos ganharam tanto, salvos com dinheiro público porque eram “grandes demais para quebrar”.

Casa com piscina e quadra de tênisIsto contribuiu para que a desproporcional acumulação de capital levasse uma pequena elite de 1% da população mundial a se apropriar de nada menos que 50% de todas as riquezas planetárias.

Agora começou a cair a ficha de cerca de 70 milhões de afortunados de que num futuro não muito remoto tenham, enfim, que prestar contas com mais de 7 bilhões 130 milhões de desafortunados.

Daí a pressa nos preparativos de um plano B para que possam levar suas vidas isolados nas belas ilhas neozelandezas que, por sinal, adotaram um regime fiscal bem frouxo como bônus adicional.

Avião de ricaço

Clique nas imagens para ampliar e nos links sublinhados para saber mais.

4 comentários em “Ricos planejam escapar do caos se escondendo na Nova Zelândia

  • Pingback: Rico vai para Nova Zelândia mas prefere mesmo outro planeta

  • 31 de janeiro de 2015 em 05:35
    Permalink

    Mantenham-se saudáveis e com pouca gordura, porque quando faltar comida no mundo só restará aos pobres comer os ricos!

    Resposta
  • 31 de janeiro de 2015 em 01:35
    Permalink

    Isso tem um lado muito bom: se todos larápios ficarem concentrados num arquipélago nos confins do mundo é só soltar algumas bombas nucleares e acabar com o mal pela raiz. Literalmente.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: