Reciclagem de sucata de avião transforma Jumbo 747 em hotel

 

Hotel-albergue em Arlanda, Estocolmo, Suécia

UM ‘EX-AVIÃO’ RECICLADO COMO ‘JUMBO HOTEL’

Está achando estranha a escadaria, além do elevador envidraçado e o terraço com espreguiçadeiras no lugar da ponte telescópica para embarque na cabine do avião?

Na verdade esse Jumbo 747-200 da Boeing é um ex-avião. Explicando melhor, foi transformado num hotel-albergue estacionado próximo à pista do aeroporto de Arlanda, em Estocolmo, capital da Suécia.

Avião transformado em hotel

O sucatão pertenceu à massa falida da Pan-Am e, depois de uma reforma geral, que incluiu a retirada das turbinas e dos seus 450 assentos, ganhou 27 apartamentos com um total de 76 camas.

A suíte principal, naturalmente, não poderia deixar de ser a antiga cabine de comando, com vista panorâmica para o aeroporto, de onde dista cerca de 10 minutos a pé.

Hospedagens em avião na Suécia

Entre as comodidades oferecidas, rola até uma jacuzzi, para quem estiver disposto a pagar o equivalente a 700 reais pela diária da 1ª classe.

As acomodações mais simples, nos beliches da classe econômica, ficam em torno de 100 pilas. Com direito a banheiro coletivo. E ainda tem sala de estar e de reuniões, para homens de negócios em trânsito.

Hotel em Jumbo 747

Para completar, o restaurante, com serviços de café da manhã e refeições ligeiras. Mas o uso de aeronaves aposentadas no ramo da hotelaria não é uma exclusividade dos suecos e se espalha pelo mundo.

Li em algum lugar que existe um similar, chamado Hotel Suites, no aeroporto de Teuge, na Holanda, e o 727 Fuselage Home, na Costa Rica, com vista deslumbrante para florestas e uma praia exótica.

Avião transformado em hotel na Suécia

Enfim, para quem gosta de viajar enlatado o tempo todo dentro de aviões ou não puder se afastar muito do aeroporto por causa de alguma conexão, fica a dica com mais informações e fotos aqui, aqui e aqui.

Deixe um comentário interessante neste artigo: