Quentinha de pão substitui pratos e embalagens descartáveis

PRATO COMESTÍVEL OU AUTORRECICLÁVEL

Marmitex comestível

O prato descartável de papel foi inventado em 1904. Quatro décadas depois vieram as versões de plástico e isopor. E só agora, passados 110 anos, surgem as primeiras marmitas comestíveis, de pão.

Hoje, segundo estimativas, um trilhão de embalagens desse tipo entulham todos os anos as lixeiras, apenas nos EUA. Melhor que surjam logo alternativas compostáveis, nem que seja pelo estômago.

Marmitex de pão

Não foi por outro motivo que a designer grega Kostantia Manthou foi convidada a participar da Milan Design Week 2014, com sua abordagem ecológica para um novo conceito de marmitex autorreciclável.

Os pratos de pão com tampas são simplesmente assados ao forno em formas de barro. Só isso: estão prontos para acondicionar almoços, petiscos ou tira-gostos e serem comidos juntos ou como sobremesa.

Marmita comestível

Visto em Fast Company

Um comentário em “Quentinha de pão substitui pratos e embalagens descartáveis

Deixe um comentário simpático neste artigo: