Por que lobisomens e vampiros atacam pessoas a partir da lua cheia?


Lobo uivando - Lua Cheia

MISTÉRIO DESVENDADO

Que os bichos ficam soltos a partir das noites de lua cheia não é novidade para ninguém.

Mas por que a tradição cismou de ligar esta fase lunar à loucura das pessoas ou ao aparecimento de seres sobrenaturais como lobisomens e homens-morcego, tanto do horripilante conde Drácula quanto do super-herói Batman?

Os cientistas acreditam ter encontrado uma resposta para este mistério sinistro.

Para entendê-lo nenhum aventureiro metido a Van Helsing precisa ir até a lúgubre e gelada Transilvânia. Basta dar uma chegada um pouco mais perto, na Tanzânia, que abrange em seu território parte da luminosa e calorenta estepe africana.

Foi ali que um estudo realizado pela Universidade de Minnesota, EUA, apontou que os leões atacam muito mais entre as 18h e as 22h, especialmente na semana após a Lua cheia, quando as noites estão mais escuras.

Os pesquisadores explicam que as leoas (os leões não caçam) costumam sair atrás de comida durante a noite e são mais bem sucedidas quando a escuridão é total.

Segundo o estudo, os ataques a humanos são de duas a quatro vezes mais comuns nas noites mais escuras — a maioria ocorrendo entre as 18h e as 22h.

A pesquisa reviu arquivos do governo da Tanzânia desde 1998, entrevistou vítimas e visitou mais 500 lugares onde aconteceram ataques de leões.

A época do ano também influencia os ataques, que são três vezes mais frequentes entre novembro e maio, quando o céu tem mais nuvens.

O estudo vai mais longe, enfim, e diz que essa característica ajuda bastante a entender o mito de que na Lua cheia — ponto de partida para referenciar os ciclos lunares — as pessoas podem enlouquecer e monstros podem surgir.

* Origem

Deixe um comentário simpático neste artigo: