Por quê a blogueira Yoani Sanchez baixou em solo sagrado?

MÍDIA INVOCA OS FANTASMAS DO PASSADO

Yoani Sanchez - blogueira cubana

O Chefe de Redação

Sobre esta visita cabulosa da dublê de “blogueira” cubana ao Brasil, a questão central é apenas esta:

O jornalista australiano Julian Assange denunciou o governo dos EUA… e em que situação se acha?

Acuado como um animal por agentes da CIA, na embaixada do Equador em Londres, porque teve peito de vazar as falcatruas e crimes cometidos por altas autoridades norte-americanas via WikiLeaks.

A blogueira cubana Yoani Sanchez denunciou o governo de seu país… e o que aconteceu com ela?

Livre, leve e solta, com seu notebook debaixo do braço, saindo da Ilha para morar na Suíça, voltando e agora saindo de novo, sem restrições, mas criticando a “falta de liberdade” sob o regime de Cuba.

Então, peralá, o script deste enredo deve ter sido trocado!

Se é assim, quem os cambonos da velha mídia acham que conseguem enganar com esta tentativa patética de invocar o espírito de Guerra Fria para ressuscitar, nesta altura da encruzilhada, o fantasma do comunismo no terreiro montado em seus noticiários?

A manipulação mediúnica não encosta nem entre os crédulos, conscientes de que o passeio da impostora cubana por 10 países é bancado pela Sociedade Interamericana de Imprensa, que agrupa os grandes conglomerados midiáticos privados do continente.

Então, todo esse vudu não passa de puro charlatanismo.

Com a preciosa colaboração de Roberto Locatelli, no Nassif, “Com Yoani, os anos 60 estão de volta

Deixe um comentário simpático neste artigo: