Poema de Suely Sousa, de Recife, em homenagem aos japoneses

Suely Sousa - Recife/PE

NIRVANA

Por Suely Sousa *

A ante-sala do céu se encheu de japoneses
Espantados,
Cansados,
Molhados.
Silenciosos caminhavam à procura de seus familiares
que, um a um, chegavam.
E curvavam-se num ojigi emocionado.
Momento feliz do reencontro!
Em suas vestes rasgadas,
pedaços de sargaço
e um forte cheiro de mar.
E adentraram no grande salão,
onde não mais cabe a invasão de poetas.


* Suely Sousa, de Recife/PE, é leitora de Matéria Incógnita. Outros poemas seus no Recanto das Letras.


Deixe um comentário simpático neste artigo: