Pizza com algas marinhas é mais nutritiva e tem menos gordura

FIBRA OCEÂNICA DIMINUI SAL PELA METADE

Pizza com algas marinhas

Uma versão inglesa mais nutritiva e menos calórica para a tradicional pizza italiana vem sendo anunciada com estardalhaço, principalmente porque usa algas marinhas em sua composição.

Composta por 60% menos gordura em relação à concorrência, a Eat Balanced foi criada em laboratório e está disponível em três sabores: queijo e tomate, presunto com abacaxi e frango apimentado.

Os ingredientes escolhidos para reduzir as calorias são: farinha de trigo cru e não tratada, tomate picado, queijos mussarela e cheddar, tomate cereja, pimenta vermelha, frango, óleo de colza, fermento, presunto, orégano, sal e alho em pó.

Além disso, nesta versão, metade do sal que seria usado na preparação foi substituída pelas algas. Assim diminuiu-se o teor de sódio em 10% e ainda foram acrescentados outros nutrientes importantes, como ferro, iodo e vitamina B12.

A empresa responsável garante que a pizza é saborosa e faz sucesso. O fato de ser mais saudável “não significa que tenha gosto de papelão”. Foram realizados acordos com centros esportivos para alimentar diversos atletas no país.

Deixe um comentário simpático neste artigo: