Pintura ‘enferrujada’ serve de seguro contra roubos de carros

O MERCADO DAS CARROCERIAS DETONADAS

Fusca com pintura custom

Numa tarde ensolarada de um inverno que não houve, sob o céu azul profundo de Petrópolis, como outro não há no mundo, fiz aquele pit stop estratégico numa choperia após uma caminhada.

Aliás, apesar do bom serviço e das ótimas instalações, a casa é muito mal frequentada, especialmente por membros da elite decadente, ultraconservadora e até monárquica desta cidade “imperial”.

Abrindo um parênteses, é em lugares assim que eu aprecio uma autêntica mineirinha do alambique enquanto me divirto com a cara de nojo dos bebedores de scotch de procedência duvidosa.

Na mesa ao lado, uma roda de sádicos conhecidos comemorava os estragos provocados na economia pela atual juristocracia nacional, através de figuras soturnas como Moro, Barbosa e Mendes.

Hot Rat Rod

Foi quando todos viram, do ponto com vista privilegiada de uma rua do centro histórico, passar bem devagar um fusca cinquentenário com um aspecto bastante parecido com o da primeira foto.

O que era para ser motivo de aplausos, se transformou num rosário de reclamações e ofensas: “Coisa de pobre! Tinha que ser preso! Tirar de circulação! Mandar pra prensa!” – coisas do gênero.

O interessante é como esse pessoal, tão admirador de Miami como do estilo de vida norte-americano, não tem a menor noção que o estilo rat dos hot rods se difundiu exatamente a partir dos EUA.

Em sua santa ignorância, não sabem que a suposta ferrugem ou é pintura – caríssima e difícil de executar – ou alguma das atuais formas mais econômicas de envelopamento por vinil estampado.

Ferrugem falsa para automóveis

A expansão desta moda automobilística envolve cifras tão elevadas que gigantes, como a AlsaCorp, desenvolvem dezenas de ítens para a customização de carrocerias, como arranhões e bolhas.

A guerra publicitária é tão intensa neste segmento de mercado que até seguradoras seriam afetadas: afinal, pra quê segurar um carro todo detonado que ninguém vai roubar para dar bandeira?

É esse senso de humor, característico dos proprietários de antigos clássicos, que falta aos que idolatram certas marcas de plastimóveis. E depois nós é que somos conservadores. Ô, gente chata!

Pintura enferrujada

Clique nas imagens para ver originais e nos links sublinhados para saber mais.

Deixe um comentário interessante neste artigo: