Pepita de ouro gigante com 5,5 quilos encontrada na Austrália

VIRADO PRA LUA

A Cachaça da Happy Hour

Uma pepita de ouro gigante pesando nada menos que 5,5 quilos foi encontrada por um garimpeiro amador na Austrália. O homem, não identificado, usou um detector de metais portátil para achar a pedrona enterrada da cidade de Ballarat, no estado de Victoria.

O valor foi estimado em 300 mil dólares australianos — o equivalente a quase 650 mil na nossa moeda.

Cordell Kent com a pepita de ouro gigante

Especialistas locais afirmam que a prospecção de ouro na região é comum há décadas, mas que, até então, nenhuma descoberta semelhante havia sido feita.

“Sou um prospector e negociador há duas décadas e não me lembro da última vez que uma pepita de mais de 100 onças (cerca de três quilos) foi encontrada localmente”, afirma Cordell Kent, o sorridente proprietário da loja especializada Ballarat Mining Exchange Gold Shop nesta foto acima.

CORRIDA DO OURO

“É extremamente significativo como um espécime mineral”, acrescentou Kent. “A corrida do ouro por aqui já dura 162 anos, e Ballarat continua produzindo pepitas. É sem precedentes.”

O dono da loja especializada afirma que a pepita em forma de “Y” estava enterrada, mas que o garimpeiro usou um detector de metais ultramoderno, o que possibilitou que ele a encontrasse a uma profundidade considerável, em uma área em que prospecções já foram realizadas várias vezes no passado.

O ouro atualmente é comercializado na Austrália a cerca de 1,6 mil dólares australianos (cerca de R$ 3,4 mil) por onça, o que significa que a descoberta valeria cerca 283,2 mil dólares australianos (cerca de R$ 600 mil), mas a sua raridade e o fato de que a pepita pesa bem mais do que um quilo encarece o valor.

Antes de encontrar a pepita gigante, o garimpeiro amador só havia feito pequenas descobertas.

Com F5

Deixe um comentário simpático neste artigo: