Passarinhos artesanais feitos com cacos de CDs reciclados

Reciclagem de CD - Beija-Flor

BEIJA-FLOR RECICLADO

Do blog ECOnsciência

Quem não se emociona ao ver um trabalho artesanal concebido com tamanho nível de qualidade usando, além da criatividade, apenas arame e cola quente para juntar harmoniosamente cacos de CDs quebrados? Estas impressionantes esculturas de pássaros são feitas por um jovem artista australiano super meticuloso chamado Sean Avery.

Além das aves coloridas ele também utiliza os fragmentos de discos para criar outros animais, como porcos-espinho, insetos e até um gato fantástico — que eu não vou colocar neste post para não espantar os passarinhos.

CD reciclado - passarinhos no ninho

Reciclagem de CD - pássaros

Reciclagem de CD - passarinhos azuis

Veja a incrível galeria de peças recicladas do Sean Avery no DeviantArt.

7 comentários em “Passarinhos artesanais feitos com cacos de CDs reciclados

  • 28 de agosto de 2017 em 21:20
    Permalink

    E o gato?? Como foi feito?? Tbem com Cd?? Ou papel??

    Resposta
  • 13 de março de 2017 em 18:09
    Permalink

    Olá, muito interessante o post. Há algum passo a passo ou video para aprender a técnica do artista? caso sim, seria possivel nos passar? att.

    Resposta
  • 2 de setembro de 2014 em 20:07
    Permalink

    como faço a junção das partes?

    Resposta
    • 3 de setembro de 2014 em 11:09
      Permalink

      Bom dia, Makoto!
      Logo no início do texto sua dúvida é explicada: o artista utiliza arame e cola quente (aquela que usa uma pistola ligada na tomada elétrica).
      Dessa forma a colagem é super rápida e a estrutura fica bem firme e leve.
      Boa sorte!
      Abs.

      Resposta
  • 18 de abril de 2014 em 13:21
    Permalink

    NOSSA, MUITO BONITO!!
    MAIS DEVE SER BEM DIFÍCIL DE CORTAR OS CDS, COMO SE FAZ??
    PARABÉNS PELA PUBLICAÇÃO

    Resposta
    • 18 de abril de 2014 em 14:29
      Permalink

      Obrigado, Manoel. Difícil não, o plástico do CD é macio. No mercado há vários modelos de tesouras para o corte de chapas, inclusive com molas para regulagem da pressão. Acabamento da modelagem com uma politriz pequena, para aparar arestas na pedra de esmeril (grão fino) e dar brilho no pano com cera. É questão de jeito.

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: