Paradoxo: Mayara Petruso seria filha de migrante nordestina

Procura-se Mayara PetrusoApenas para não deixar passar em branco, fica o registro da informação que corre atualmente na blogosfera:

Mayara Petruso seria filha de uma nordestina. Segundo nota publicada no blog Cabeça de Bacalhau, a mãe da moça é nascida na Bahia.

A estudante de Direito, que faz o sexto período do curso na FMU do bairro da Liberdade, em São Paulo, ganhou notoriedade na semana passada, depois que, em protesto contra a vitória de Dilma Roussef para presidente do Brasil, disse no Twitter e redes sociais que a culpa desse resultado das eleições era dos nordestinos.

Assim, num momento de fúria insana, sugeriu que todos os sulistas afogassem pelo menos um nordestino para se vingar. Claro, arrumou um enorme problema para a vida dela e agora responde a inquérito policial por incitação ao preconceito e injúria racial.

Com ilustração obtida em Panelas Pernambuco

6 comentários em “Paradoxo: Mayara Petruso seria filha de migrante nordestina

  • 23 de novembro de 2010 em 09:20
    Permalink

    Essa garota é mais uma alpinista social. Não tira a roupa, mas fala muita besteira. Daqui a pouco ela vai estar passeando pela mídia barata que infesta nossa televisão.E quem sabe ela não aparece numa revista masculina!?

    Resposta
  • 14 de novembro de 2010 em 14:06
    Permalink

    COITADA DESSA BABAQUINHA FUTIL…. Nem sabe ou pior, nega suas origens!!!! Será que ela sabe da importância da cultura nordestina no Brasil, ou conhece os gdes nomes nordestinos na nossa história???? Pena que gente jovem tenha cabeça tão arcaica e preconceituosa….

    Resposta
  • 12 de novembro de 2010 em 17:06
    Permalink

    Me lembrou aquele antigo personagem do Jô Soares, um general argentino golpista e torturador que fugiu para o Brasil quando o presidente Alfonsin começou a levá-los para os tribunais, que afirmava, cheio de sotaque portuñol: “Yo soy bracilero… y minha mãe é baiana, vendedora de acarajé, vissi”? É rir para não chorar.

    Resposta
  • 12 de novembro de 2010 em 13:18
    Permalink

    Filha fora do casamento, querendo renegar suas origens biológicas… Freud explica.

    Resposta
    • 12 de novembro de 2010 em 15:24
      Permalink

      Como se diz aqui no interior de Minas, Mathews, a baianinha auto-renegada fez bubiça das grossas pra poder se enturmar com a zélite paulista, quanta pobreza de sprítu…………….

      Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: