Para onde vão os pneus com a explosão na venda de carros?

Produção Mundial de Pneus

DESCARTE NO MEIO AMBIENTE

Do blog ECOnsciência

Milhares de pneus velhos estão armazenados para reciclagem em um campo de Seseña, a 36 km do centro de Madri, capital espanhola. A impressionante cena faz parte da galeria de “imagens do dia” do jornal inglês The Telegraph.

Os pneus descartados na natureza constituem, nos países mais desenvolvidos e em muitos dos em via de desenvolvimento, um enorme passivo ambiental e de difícil solução.

Nos países da Comunidade Econômica Europeia são descartados 180 milhões de pneus, anualmente, e outros 150 milhões somente nos EUA onde 3 bilhões de carcaças formam montanhas em áreas desérticas, porém sob iminente ameaça de devastadores incêndios, liberando gases tóxicos na atmosfera.

Segundo dados da virada do século, no Brasil eram produzidos cerca de 40 milhões de pneus por ano e quase metade dessa produção era descartada nesse período. Só que em pouco mais de uma década, com a explosão do consumo, este volume ultrapassou 70 milhões de unidades.

Dos pneus inservíveis, atualmente, 49% estão sendo depositados em aterros, 33% estão sendo reprocessados e recuperados em diversos outros usos, 10% são depositados ilegalmente, 5% é utilizado para recuperação energética e 3% para outros usos diversos como a construção civil.

O descarte correto assim como o processo de reciclagem de pneus e borracha é fundamentalmente importante para o meio ambiente, uma vez que não se sabe, até hoje, exatamente quanto tempo os pneus levam para se decompor na natureza.

Veja também uma breve história dos pneus.

Deixe um comentário simpático neste artigo: