Oportunidades de negócios no Brasil com desaceleração chinesa

BILHÕES DE DÓLARES AO ALCANCE DAS MÃOS

Queda no crescimento econômico

O Produto Interno Bruto da China é calculado em algo próximo de 10 trilhões de dólares, quase cinco vezes maior que a soma de todas as riquezas produzidas no Brasil.

Qualquer variação de um ponto percentual na economia chinesa, para cima ou para baixo, equivale a 100 bilhões de dólares ou o equivalente, hoje, a 260 bilhões de reais.

Acontece que, nos últimos anos, a locomotiva que impulsiona a chamada “fábrica do mundo” vem perdendo fôlego diante da renitência da crise financeira internacional.

Com menores pedidos de produtos de massa, as companhias asiáticas redirecionam investimentos para artigos de maior valor agregado e a criação do seu mercado interno.

Crescimento econômico do Brasil

A diminuição da oferta de ítens de origem chinesa começa a ser percebida em vários segmentos da economia brasileira. Em alguns ramos de atividade a escassez é evidente.

Não por acaso, nós próprios recebemos, ao longo deste ano, um número crescente de consultas sobre a possibilidade de substituição de importações. Até em grande escala.

Isto significa uma janela na oportunidade de negócios para nossos empreendedores. E, objetivamente, a desaceleração do PIB da China reabre espaços para a concorrência.

A velha mídia aborda o tema com um viés apocalíptico que só contamina quem gosta de reclamar de barriga cheia. Pense, portanto, nos bilhões que podem girar aqui dentro.

Deixe um comentário simpático neste artigo: