O perigo de fortes terremotos em rica região da Argentina


Machu Pichu - Terremoto

Risco de poderoso abalo sísmico nos Andes é maior do que o suposto até agora. Zona da cordilheira subandina, onde moram mais de dois milhões de pessoas, está exposta a perigo de tremores de até 8,9 na escala Richter.

Do blog ECOnsciência

A região sob ameaça é bastante rica, com importantes recursos minerais e reservas petrolíferas. Nesta área da Argentina foi onde mais se desenvolveu o cultivo de soja e ali também se produz tomates, cítricos, cana de açúcar e algodão, entre outros.  

Todavia a parte sul da cordilheira subandina, está exposta a um risco sísmico significativamente superior ao previamente suposto pelos especialistas, publica esta semana a “Nature Geoscience” em sua versão na internet.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Havaí (EUA) calcula que a magnitude de um tremor na região poderia chegar a um máximo de entre 8,7 e 8,9 na escala Richter, em contraste com os 7,5 pontos anteriormente estimados.

O grupo de estudiosos utilizou um GPS para criar um mapa dos movimentos na superfície terrestre ao longo do flanco oriental da cordilheira dos Andes.

Esta técnica lhes permitiu descobrir que uma seção pouco profunda ao leste da região, de cerca de 100 quilômetros de comprimento, está encaixada entre placas tectônicas em movimento, o que gera tensão entre estas estruturas.

Se esta seção se quebrasse pela força de um terremoto produzido pelo choque das placas, a magnitude do tremor poderia alcançar até 8,9 graus.

Das Agências

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

Deixe um comentário simpático neste artigo: