O espetáculo da natureza com a bioluminescência no mar

PRAIAS MÁGICAS QUE SE ACENDEM À NOITE

Praia fosforescentente

Quem já esteve numa noite sem lua e bem escura na praia da Figueira, em Massambaba, no Arraial do Cabo, conhece o efeito mágico que uma visão parecida com esta provoca no cérebro do observador.

Pode até parecer resultado de manipulação com Photoshop, mas este efeito neon azul impressionante é um fenômeno completamente natural.

A imagem, que há tempos corre solta na rede, foi capturada pelo fotógrafo Doug Perrine durante uma visita a Vaadhoo, uma das ilhas Raa Atoll, nas Maldivas.

O fenômeno, chamado bioluminescência, ocorre quando um microrganismo na água, como certo tipo de plâncton, entra em contato com o oxigênio. Pura química.

Na praia da Região dos Lagos, diferentemente e não menos impressionante, a coloração é esverdeada e pode ser notada na areia seca. Ela resulta da fosforescência de bilhões de partículas de esqueletos de tatuís, o conhecido crustáceo que transita no vai e vem das ondas para se enterrar na areia.

E aí fica uma dica: a presença do animal é um bom indicador de qualidade ambiental. Praias com um determinado grau de poluição não costumam mais ser frequentadas pelo bichinho arisco.

Deixe um comentário interessante neste artigo: