Nuvem de cinzas do vulcão chileno chega à Austrália e Nova Zelândia

Nuvem de Cinzas - Vulcão Puyehue

ATRAVESSANDO O PLANETA

Do blog ECOnsciência

O transtorno, aqui no hemisfério Sul, está pior do que se poderia imaginar: a gigantesca nuvem de cinzas produzida pela erupção do vulcão chileno Puyehue foi arrastada pelos fortes ventos ao longo de 9.400 quilômetros, indo parar do outro lado do planeta.

Ao chegar à Austrália e Nova Zelândia neste domingo, 12, deixou em terra milhares de viajantes devido ao cancelamento de voos.

Estão temporariamente suspensos os voos entre Melbourne e a ilha da Tasmânia, assim como os de conexão entre Sydney e Gold Coast. Além disso, as companhias aéreas cancelaram os voos da Austrália à Nova Zelândia e vice-versa, assim como aqueles com destino às ilhas Fiji, também no Pacífico.

A previsão é que as cinzas se situem entre 6 mil e 10,6 mil metros de altura, o nível de voo da maior parte da aviação civil, e afete durante vários dias o tráfego aéreo .

O complexo vulcânico Puyehue-Cordón Caulle, situado no sul do Chile, entrou em erupção há uma semana e a nuvem de cinzas expelida afetou o tráfego aéreo no Brasil, Chile, Argentina e Uruguai.

Das agências, com FSP e Herald

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

Deixe um comentário simpático neste artigo: