Novos filtros contra a intolerância para afastar trolls do YouTube

FERRAMENTAS COMBATEM O ÓDIO NA REDE

Novos filtros contra a intolerância

Mensagens racistas, sexistas e homofóbicas poderão ser banidas do YouTube com a introdução de uma nova ferramenta na rede social de vídeos, acoplada ao Google+.

Ainda sem data para começar, o recurso – que também dará um basta aos bate-papos intermináveis – será ativado por meio de filtros, com palavras-chave que poderão ser inseridas em uma lista.

O usuário que não quiser receber comentários de ódio em suas publicações vai conseguir mediá-los, ou seja, escolher aqueles que deseja publicar – como pode ser feito atualmente no Facebook.

Com o novo dispositivo, os integrantes da rede também poderão bloquear trolls indesejáveis e intolerantes que costumam postar xingamentos de toda e qualquer natureza.

FACILITADOR DE BATE-PAPO E CROSS-POSTING

Outro dispositivo que o YouTube deve aplicar em breve é um facilitador de conversas, que sempre ocorrem quando é lançado um material de muita repercussão – como um videoclipe de artista pop ou algum viral da moda.

O novo sistema vai usar algoritmos para identificar com mais facilidade os favoritos da rede de contatos do usuário.

Desta forma, os comentários do criador do vídeo “curtido”, dos amigos e das celebridades seguidas, aparecerão sempre no topo, enquanto as demais mensagens dos desconhecidos ficarão para trás.

Outra novidade é o cross-posting entre as redes da plataforma Google. Toda vez que o usuário compartilhar um vídeo do YouTube no Google+, os comentários aparecerão em ambas as redes.

A esperança é a de que, com as novas medidas, o controle sobre os trolls seja mais eficaz.

Deixe um comentário interessante neste artigo: