Não acreditamos em OVNIs… mas que eles existem, existem

SEGREDOS SOBRE ETs SERÃO REVELADOS

OVNI no Rio de Janeiro

Após décadas de intensa pressão, o atual Ministério da Defesa vai, enfim, liberar para consulta pública em junho documentos classificados como “secretos” ou “ultra-secretos” que envolvem OVNIs – Objetos Voadores Não Identificados.

O tema é, disparado, o mais buscado entre os cidadãos que fazem uso da Lei de Acesso à Informação para pedidos dirigidos à área militar, o que acabou dando mais relevância à abertura de diálogo entre governo e estudiosos da ufologia.

Entre os documentos que serão disponibilizados estão os da internacionalmente famosa Operação Prato, da Força Aérea Brasileira, classificados como “top secret”.

A operação, realizada entre 1977 e 1978, verificou a ocorrência de luzes na região da cidade de Colares, no Pará. Entre os documentos, há relatos pormenorizados de oficiais e pilotos da FAB sobre as luzes e fotos de radar.

Desde a regulamentação da Lei de Acesso à Informação, em maio de 2012, a Defesa recebeu 107 pedidos de entidades ligadas à ufologia para a divulgação de documentos.

Destes, 65 foram encaminhados para a Força Aérea Brasileira, 26 para o Exército, nove para a Marinha, cinco para a adminisitração central do ministério e dois para a Escola Superior de Guerra.

Do total, 26 foram atendidos e o restante foi indeferido porque se alegou que já estavam disponíveis no Arquivo Nacional, porque não existiam ou porque eram considerados secretos.

A Lei de Acesso à Informação prevê que todos os órgãos revisem seus documentos secretos para verificar a possibilidade de abri-los até junho de 2014. “A Defesa vai se antecipar e abrir documentos secretos em junho deste ano”.

O Exército, no entanto, informou que não tem mais os documentos sobre o evento conhecido como “ET de Varginha”, em 1996 em Minas Gerais, porque “se extraviaram ou foram destruídos”, como é (convenientemente) previsto em lei.

Completo na Agência Brasil

2 comentários em “Não acreditamos em OVNIs… mas que eles existem, existem

  • 30 de janeiro de 2014 em 20:51
    Permalink

    No caso do ET de varginha é possível que seja realmente verdade todo o ocorrido. Coincidentemente minha sogra era irmã do delegado da época (já falecido). E ele confirmou pra ela que era tudo verdade os caso ocorrido sobre o Et de varginha e o mesmo foi levado para São Paulo e depois encaminhado para os EUA. De acordo com ela o E.t se comunicava por telepatia e disse que não iria fazer mal a ninguém e que os outros (E.ts) iriam ir busca-lo. Acho que ele não inventaria um caso desse para a irmã muito menos sendo o delegado da época. Verdade ou não é muita coincidência!

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2014 em 21:04
      Permalink

      Bem lembrado, Jov. E só pela velocidade com que as autoridades se mobilizaram para abafar e sumir com os vestígios do incidente já daria mesmo para desconfiar. Taí, seu depoimento é relevante. Não por acaso, desde aquela época este é considerado o evento mais importante da casuística ufológica mundial. Abraço.

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: