Monstro marinho gigante ataca submarino no mar Ártico

SER NÃO IDENTIFICADO INTRIGA CIENTISTAS

Monstro gigante

Um gigantesco monstro marinho teria atacado um submarino teleguiado, durante um mergulho entre 1 mil 600 e 2 mil metros de profundidade, nas águas geladas do Ártico.

Este é um relato digno das incríveis aventuras do capitão Nemo, em 20 Mil Léguas Submarinas, clássico da literatura infanto-juvenil escrito em 1870 pelo francês Júlio Verne.

O insólito evento foi registrado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia Marinha da Academia Russa de Ciências, baseados em Vladivostok, durante estudos da plataforma glacial.

Com poderosos holofotes os cientistas registravam partículas vivas não identificadas, quando uma ou mais enormes criaturas saíram da toca em perseguição ao drone naval Clavecin.

De acordo com o Ph.D. Leonid Naumov, além de sair atrás do aparelho, um dos “animais” atacou a sonda com violência, chegando a atingi-la nas suas laterais.

Quando os pesquisadores foram capazes de trazer o equipamento de volta do fundo do oceano, observaram que o revestimento de metal estava amassado e cheio de arranhados.

Oceanógrafos examinaram as fotos (não divulgadas) do “monstro”, mas foram incapazes de identificar a criatura, garantindo que não há registros anteriores de sua existência.

* A imagem acima é meramente ilustrativa

2 comentários em “Monstro marinho gigante ataca submarino no mar Ártico

Deixe um comentário simpático neste artigo: