Miniaturas de Ferraris e carros esportivos de lixo reciclado

 

Miniatura de carro esportivo em papelão

Do Blog A Cachaça da Happy Hour

Dá um prazer danado mostrar as coisas que este moço é capaz de fazer com papelão e um monte de sucata eletrônica de computadores, fones de ouvidos, peças de mouses e iPods, baterias de relógios e outros rejeitos que poderiam estar agredindo o meio-ambiente.

Pelas mãos habilidosas do Maninho, artesão do Rio Grande do Norte, todo esse material descartável é reciclado e transformado numa inspirada coleção de miniaturas de automóveis. Eu já havia mostrado os modelos clássicos. Faltavam os super-esportivos.

Miniatura de automóvel esportivo de sucata

É isso mesmo: a delicada carroceria dessas Ferraris, Lamborghinis, Mustangs e Camaros, entre tantos outros, nasce de finas lâminas de papelão e alumínio que teriam como destino certo a lata do lixo.

Os complementos vão se sobrepondo sucessivamente até que as supermáquinas alcancem esta aparência final. A impressão é que a qualquer momento podem sair cantando pneus numa arrancada espetacular.

Réplica em miniatura de carro super esportivo

Além dos veículos, um dos pontos altos da coleção do Maninho é esta oficina mecânica totalmente equipada nos mínimos detalhes.

Repare nos compressor, na politriz de bancada, no extintor de incêndios, na mesa e quadro de ferramentas…

Miniatura de oficina mecânica em papelão

Tem até um elevador hidráulico para suspender os carrinhos e simular consertos e manutenção na parte inferior. Tudo recriado a partir de lixo e imaginação.

É tão bem feito que vale a visita ao blog Oficina de Artes para aproveitar todos os detalhes. Se não para aprender como se faz, pelo menos para se deliciar.

Réplica em miniatura de oficina mecânica

* * *

Blog da Nívia de Oliveira Castro

2 comentários em “Miniaturas de Ferraris e carros esportivos de lixo reciclado

  • 12 de agosto de 2010 em 08:00
    Permalink

    Mais uma vez muito obrigado pelos elogios aos meus trabalhos e pelo enorme incentivo. Esta é a minha maior recompensa de muitas vezes ficar até de madrugada colando, cortando, idealizando maneiras de transformar toda esta parafernália em algo semelhante a um automóvel. Gostaria de um dia lhe retribuir toda esta gentileza à altura, enquanto não posso me ponho à disposição no que estiver ao meu alcance, sinceramente. Grande abraço e sucesso em sua vida. Maninho.

    Resposta
    • 12 de agosto de 2010 em 10:29
      Permalink

      Sua arte e talento, Maninho, sintetizam perfeitamente o espírito desta Matéria Incógnita.

      E o pessoal já percebeu isso. Tanto é verdade que, se você reparar na barra escura no rodapé da página, o post sobre as miniaturas dos carrinhos antigos aparece entre os mais visitados e comentados.

      O mérito, portanto, é inteiramente seu e o reconhecimento mais do que justo. Bjs, Nivia.

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: