Meu Jeep Willys CJ-5 preto, prata e vermelho custom

Jipe Willys

QUEM DISSE QUE MULHER NÃO É APAIXONADA POR JIPES?

Do HotGaragem – com a colaboração da jipeira Nívia de Oliveira Castro (em 11/09/2009)

Este é o modelo de jeep em que me inspirei para reformar o meu Willys CJ-5. Originalmente ele era bem básico e convencional, na cor azul, coisa bem déjà vu.

Só que agora ele já começa a ficar com a aparência desse aí da foto, chiquérrimo!

Todo o processo de customização é feito aqui pelo pessoal da NEMO — que também edita a Matéria Incógnita — de Petrópolis, na região serrana do Rio.

Nos próximos posts começo a mostrar detalhes dos acessórios, a começar pela incrível reforma do velho volante.

* * *

Blog HotGaragem

29 comentários em “Meu Jeep Willys CJ-5 preto, prata e vermelho custom

  • Pingback: Uma bike retrô para combinar com Jeep da II Guerra Mundial

  • Pingback: Matéria Incógnita – Inovação e Criatividade » Chaveiro de metal prateado com grade frontal clássica do Jeep Willys

  • 5 de dezembro de 2011 em 11:28
    Permalink

    Tb sou apaixonada por jeep.
    Temos um Willys 60, verde, lindo!!!
    Parabéns…tenho ctz que seu jeep ficará lindo!!!
    Bjs…

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 20:26
    Permalink

    Muuitooo Lindoo.. adoroo jipees tbm!!
    Temos um Willys azulão também.. Meu pai tem uma oficina especializada em adaptações de jipe, ele mesmo montou o dele.. muito lindo tbm !!! rsrs
    Parabénss, vai ficar mtu lindo!!

    Resposta
  • 1 de julho de 2011 em 18:06
    Permalink

    Lindo o jeep. Eu adooooro, e um dia vou ter o meu também! Parabéns!

    Resposta
  • 1 de fevereiro de 2011 em 20:38
    Permalink

    o que vc acha do jipe com a carroceria de fibra

    Resposta
    • 1 de fevereiro de 2011 em 21:04
      Permalink

      Sinceramente, eu acho que é uma das alternativas mais racionais para o futuro do setor automobilístico. Você acha, Adriano, que farra com os carros de chapa vai durar até quando? Aqui no Brasil ainda tem muito purismo conservador quanto a isso. Lá fora, nada mais natural que se fazer fantásticas customizações em jeeps com carrocerias de fibra. Esse paradigma já foi quebrado há muitos anos. Por aqui é que ainda rola muito ranço e frescura. Com os preços praticados para os poucos jeeps CJ3 e 5 que ainda existem, a saída será a consolidação das réplicas de resina, como já acontece com modelos de vários clássicos fora de linha. Eu mesma aguardo a oportunidade de montar um jeep assim em breve. E vou dar um show!

      Resposta
  • 26 de dezembro de 2010 em 19:09
    Permalink

    Olá Nívea. Achei muito legal esse Jeep. Será que vc pode me mandar mais fotos do modelo, como o interior e a traseira?
    Obrigado.

    Resposta
  • 1 de novembro de 2010 em 17:26
    Permalink

    Olá, Boa tarde
    adorei esse site pois também sou louca por jeep, só que não disponho de dinheiro pra compra, será que eu encontro um jeep velho num valor razoavel para eu reformar? se souber me informe. bjs

    Resposta da Nivia: Tem gente que não acredita, mas eu rodo muito por áreas rurais e de vez em quando topo com um jipinho apenas meio caidinho à venda. Se pesquisar, procurar com calma, te garanto que você vai encontrar. Tem que batalhar, correr atrás. Vejo vários por 5, 6, 7, 8 mil… A partir daí é desenvolver um projeto – na net tem ideias de montão – e ir “fazendo” o bicho aos poucos, até que fique do seu jeito. A graça do negócio está nisso. Claro, os apressadinhos e mais imediatistas não querem nem ouvir falar, vivem criticando essa estratégia. Mas que é possível, com certeza é. Eu mesma preferi fazer assim com o meu. Ele está sempre em transformação, cada vez mais bonito. Então, querida, vá à luta, investigue, pergunte bastante e boa sorte!

    Resposta
  • 3 de junho de 2010 em 20:24
    Permalink

    Ola boa sorte..
    Pois minha paixão chama jipeee em breve vou ter o meu.
    Parabens….

    Resposta da Nivia: Dá-lhe Andreia, isso mesmo!

    Resposta
  • 5 de maio de 2010 em 12:57
    Permalink

    Oi amiga,
    Muito lindo o seu jeep, maneirão, parabéns amiga nívia, muito bonito!!!!! Sucesso pra ti….
    Também adoro jeeps, pois tenho um Ford 1976, terceiro dono comigo, meu xodó.
    Estou passando por aqui pra te desejar uma boa tarde e também parabenizar seu blog. Chocante!!!! Muitas coisas boas, muito legal!!!!
    Sou muito otimista, amo a vida e a natureza e gosto de fazer amizades. Abraços.

    Resposta
  • 4 de março de 2010 em 16:13
    Permalink

    PARABÉNSSSSSS!!!!!!!!
    ESSE JIPE É LINDODODODOODO!BJS

    Resposta
  • 4 de março de 2010 em 16:02
    Permalink

    oi…..gostaria de ver as fotos do seu jipe nivea
    meu marido adora, tem 5 jipes q foram reformados 2 originais ……até mais

    Resposta
  • 24 de fevereiro de 2010 em 21:46
    Permalink

    Nivia, vi que Tio Zezinho enviou meu relato. Espero seu comentário.

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2010 em 17:35
    Permalink

    Vi que você se interessa por Jeeps. Tem uma história bem interessante de uma fantástica viagem efetuada de Jeep, ano de fabricação 1954, entre as cidades de Goiânia-GO até a cidade de Caruaru-PE, pelo meu sobrinho. Ele narra sua aventura no meu blog:

    http://valedopausantoparaomundo.spaces.live.com/?_c11_BlogPart_BlogPart=blogview&_c=BlogPart&partqs=amonth%3d2%26ayear%3d2010

    Você que gosta de jeep, procure dar uma olhada, apesar da narrativa ser mais em tom de diário de bordo do que mesmo, matéria jornalística.

    Torres

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2010 em 19:44
    Permalink

    Seu jeep é muito legal ; mas eu estou montando um Shelby Cobra e adorei a sua “manopla de câmbio” , e eu gostaria de ter uma , da seguinte forma : cromada como detalhe preto ; você pode me ajudar .

    Obrigado .

    Resposta da Nivia: Faça o seguinte, Edu: entre no site do pessoal da NEMO (tem o link no Blogroll aqui do lado direito) e clique em COMO COMPRAR. Vai abrir uma janela de email e você descreve a sua necessidade. Tenho certeza absoluta que os caras vão te atender muitíssimo bem, como sempre fizeram comigo e outras pessoas que conheço. Se eles não fossem sérios eu não teria dado o meu aval com o link aqui. Pode chegar lá tranquilo que eles são muito profissionais. Particularmente, fiquei boquiaberta, chocada mesmo, com a beleza da manopla. Boa sorte.

    Resposta
  • 16 de janeiro de 2010 em 22:31
    Permalink

    Uai, já podi começa por aqui mesmo. Clica em JIPE nos ASSUNTOS ai no lado direito que um monte de ideia pra começa. É 25 reportagem, seu Wilson.

    Resposta
  • 14 de janeiro de 2010 em 22:21
    Permalink

    Amigão, você tem que entrar nessa versão do Google Images (http://images.google.com/imghp?hl=en&tab=wi) e fazer suas buscas usando palavras-chave em inglês. Pode ser algo assim, para começar:

    jeep + customized
    willys cj + big foot
    monster jeep
    custom jeep cj5
    jeep fest
    jeep cj5 gallery
    etc, etc, etc.

    Você tem que achar nos próprios sites as palavras certas que especifiquem as áreas de interesse, que você vai encontrar cada idéia fantástica, principalmente porque os americanos e australianos são feras nesse negócio de transformação de jeeps. Procura ver o que eles fazem com o Wrangler, com o Renegade, o Rubicon e outros, que dá para adaptar quase tudo nos Willys CJ que temos aqui.

    E aí, será que ajudou? Abs.

    Resposta
  • 14 de janeiro de 2010 em 08:16
    Permalink

    Companheiro Vilson, o primeiro passo é começar a acompanhar eventos de jipeiros. Nosso maior prazer é trocar experiências e informações.

    Como esses eventos costumam ocorrer em feriadões e finais de semana, vc pode dar uma esticadinha a passeio nos encontros que certamente tem nas cidades satélites.

    Fique de olho nas programações dos clubes e busque isso nos sites na internet. Não precisa ser sócio. É só chegar que todo mundo é bem chegado. Boa sorte.

    http://www.jeepclubetaguatingadf.com.br/

    http://www.jeepclubegamadf.com.br/

    Resposta
  • 13 de janeiro de 2010 em 13:05
    Permalink

    Lindo o jeep. Também tenho um que não está bom, estou pensando em melhorar seu visual. Estou sem referências de designs e oficinas especializadas. Você pode ajudar? Resido em Brasília-DF. Tel.: 61 9219-1248 e 61 3429-5196 (trabalho).

    Atenciosamente.

    Resposta da Nivia: Vilson, sugiro a você retornar a esse post com regularidade pois tenho certeza que nossos amigos jipeiros vão deixar comentários aqui com algumas dicas a fim de te ajudar. Quem se habilita, pessoal?

    No meu caso em particular dei sorte porque comprei o jeep em Petrópolis, onde também tenho uma casa, e lá mesmo conheci o pessoal da Nemo Brasil que costuma produzir acessórios customizados.

    Mas vou também tentar levantar umas informações e te passar por e-mail, combinado? Um abraço.

    Resposta
  • 21 de dezembro de 2009 em 15:50
    Permalink

    Muito bonito o jeep de modelo. Tenho um que não fiz em oficina de customização.
    Me baseei em um jeep parecido com este tb, q tem em CG/MS, mas que não era tão perfeito em detalhes. Boa sorte.

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2009 em 11:39
    Permalink

    Lindo jeep. perfeito tenho um quero deixar igual ao seu . inveja sadia
    rsrsrs

    Resposta
  • 15 de setembro de 2009 em 21:55
    Permalink

    Tem negócio? Quer vender? Faça a pedida pelo meu e-mêio mesmo. Estou no aguardo.

    Resposta
    • 15 de setembro de 2009 em 22:08
      Permalink

      Ô seu moço, nem ficou pronto e já está de olho gordo no meu jipão preto? Nananinanãããã!!!

      Resposta
  • 15 de setembro de 2009 em 10:40
    Permalink

    Um black custom como esse é dificil de se ver igual. Se o seu ficar pelo menos aproximado mersmo assim vai ‘parar’ o transito.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2009 em 23:04
    Permalink

    O que? Vai ficar parecido com esse? Nossa, esse é o jipe preto mais bonito que eu já vi. Parabéns, garota apaixonada. Vou acompanhar para ver essas fotos que vc prometeu.

    Também concordo com você, Nívia. Mulher é mesmo ligada nesses carros com forma mais quadrada, fora do redondismo de hoje em dia. Bjinhos.

    Resposta
  • 11 de setembro de 2009 em 22:34
    Permalink

    Boa noite dona Nivia. A Sra por acaso já chegou a uma conclusão se escreve no mesmo texto ‘jipe’ em português ou ‘jeep’ em inglês?

    Resposta
    • 11 de setembro de 2009 em 23:02
      Permalink

      Só não vou te chamar de “mané”, o maniqueísta ou… o cartesiano, porque não quero tripudiar do santo nome “Manuel”, que é como todo jipeiro autêntico se refere carinhosamente ao seu querido brinquedinho.

      Ô bobo, ‘cê nunca ouviu falar das famosas “tags”, essas palavrinhas mágicas que fazem todos te encontrar na rede, de acordo com o modo como teclam? Dãããã… só esqueceram de contar isso procê? Presta a atenção, cara!

      Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: