Mandril nosso, que estais no céu, olhai pelos escrevinhadores

Wallpaper - Nebulosa 0544

Constelação eso0544 – Nebulosa de Mandril

Do blog BananaPost (em 23/09/2010)

O macaco mandril é considerado o “padroeiro” dos escribas da Antiguidade. Segundo a tradição, é o criador do primeiro calendário e dos hieróglifos, a escrita sagrada dos egípcios entalhada em pedras.

É um sábio representado como um grande babuíno branco e outras vezes por um íbis sagrado. Hermópolis é a sua cidade, onde há uma quantidade impressionante de múmias de babuínos. Afinal, eram considerados a própria encarnação do deus Thoth.

O deus-macaco da sabedoria está relacionado à morte, ao julgamento das almas e à espiritualidade. É também associado à lua crescente.

Senhor da voz, mestre das palavras, é famoso pelos profundos conhecimentos. Seu espírito criativo concebeu os diferentes idiomas humanos, os algarismos, o cálculo, a geometria, a astronomia, os jogos de xadrez e de dados.

Durante muito tempo os hieróglifos constituíram um mistério indecifrável para os simples mortais. Talvez por isto Thoth tenha sido mesmo sábio, ao reservar certos conhecimentos secretos a alguns iniciados e escondê-los do grande público. Tal parece ser o ponto de vista dos escribas (aqueles cuja profissão era escrever e que gozavam de consideração e poder), os únicos que conseguiam ler os sinais enigmáticos, grafados da direita para a esquerda.

O babuino ou cinocéfalo é um grande macaco de origem africana que apresenta um focinho alongado e multicolorido.

Saiba mais aqui. E clique na imagem para ver uma ampliação espetacular!

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada

Deixe um comentário simpático neste artigo: