Mães ficam peladas para bancar transporte escolar dos filhos

A NUDEZ NEOLIBERAL

A Cachaça da Happy Hour

Diz-se que a necessidade faz o sapo pular e, por isto, um grupo de mães espanholas foi à luta: para pagar o deslocamento dos filhos, e denunciar o corte neocon no transporte escolar, despiram-se das roupas e dos preconceitos.

Ao posar peladas para um calendário erótico, já conseguiram assegurar as viagens de 36 crianças durante três meses. As 16 modelos são mães de alunos da escola pública Evaristo Calatayud, da localidade valenciana de Montserrat.

Calendário com mães peladas

No início do ano letivo, as autoridades locais reduziram de quatro para duas as linhas do transporte escolar, restringindo o acesso a crianças que morem a mais de 3 quilômetros da escola em linha reta.

De fora ficaram 83 alunos entre os 3 e 10 anos, que têm de percorrer 6 quilômetros por estrada e caminhos sem pavimento.

O calendário surgiu depois de todas as outras tentativas terem falhado. Foram feitos três mil exemplares, que custam cinco euros cada.

Alguns jogadores de futebol do clube Valência juntaram-se à causa e autografaram calendários que terão valor mais alto. O objetivo é pagar o transporte de todas as crianças afetadas até o final do ano letivo.

Calendário Mães Espanholas Nuas

Com JN.pt

Um comentário em “Mães ficam peladas para bancar transporte escolar dos filhos

Deixe um comentário simpático neste artigo: