Letreiro de motel com o M disfarçado como um H ou vice-versa

Fábrica de letreiros em Petrópolis - Rio de Janeiro

CONFUSÃO PARA DRIBLAR O CÓDIGO DE POSTURAS

O cliente solicitou orçamento de letreiro luminoso em 3D para hotel com o H desenhado de tal forma que também pudesse ser lido como um M de motel.

Lembramos já ter visto placas assim. Questionado sobre o motivo de provocar uma confusão deliberada, alegou tratar-se apenas de estratégia comercial.

Não era mentira. Uma pesquisa na rede, porém, revelou a verdade completa: o truque da letra com duplo sentido serve para burlar o Código de Posturas.

Ou seja, a artimanha permite a um motel se fazer passar por hotel em bairros centrais – o que costuma ser terminantemente proibido em algumas cidades.

M disfarçado como H

Mas o que mais acontece é o contrário: os hotéis usam um H estilizado, parecendo um M, para indicar que ali se admite a hospedagem de curta permanência.

Os motéis surgiram há quase um século nos EUA, como hotéis destinados a motoristas (o termo é a junção das palavras “motor” e “hotel”) na rodovia que liga San Francisco a Los Angeles.

A grande conveniência do hotel de rodovia era a cobrança por hora de estadia, e não por dia, para que os viajantes descansassem ou tirassem um cochilo.

Já aqui os motéis surgiram nos anos 60 com outro perfil, de alta rotatividade, para abrigar rápidos encontros amorosos, uma vez que os hotéis tradicionais não permitem a estadia curta.

Deixe um comentário interessante neste artigo: