Lazy, da banda Deep Purple, para comemorar o Dia Internacional do Rock

UM CLÁSSICO DO ROCK

Este 13 de julho, como acontece todos os anos, foi dominado por debates em fóruns e redes sociais, além de homenagens em blogs e sites especializados, para lembrar o Dia Internacional do Rock.

Tamanha celebração justifica-se, pela enorme influência que de mais de meio século para cá o gênero musical continua a exercer sobre hábitos e costumes da cultura ocidental.

Dia Internacional do Rock - 13 de julho

Enfim, neste dia a tarefa mais agradável talvez tenha sido mesmo elaborar listas com as bandas mais importantes de todos os tempos, os melhores intérpretes ou os hits que tenham entrado para a nossa história musical.

E para marcar posição, este humilde tecladista digital sugere a audição de uma composição que, como poucas, foi capaz de passear por tantas influências musicais — da introdução clássica, transitando pela pegada blues-jazzística até terminar na mais pura pauleira hard rock, que culminou por influenciar o nascente heavy metal dos anos 70.

Trata-se de Lazy, uma das faixas menos badaladas do antológico álbum Machine Head da banda inglesa Deep Purple, sempre lembrada pelo eterno sucesso Smoke on the Water. Mas que, para os iniciados, sintetiza a mais pura essência do rock. Não por acaso, a performance de Ritchie Blackmore é considerada um dos maiores solos de guitarra de todos os tempos.

Este vídeo (na verdade, áudio) foi obtido diretamente do canal que o vocalista Ian Gillan mantém no YouTube. Quem estiver com a banda sobrando e quiser assistir a uma apresentação histórica do Deep Purple, em 1972, clique em: http://www.youtube.com/watch?v=uflsjU95lRM&feature=fvsr

Deixe um comentário interessante neste artigo: