L’Air de Montcuq – estudante fatura alto vendendo ar enlatado

SÓ QUE O ODOR PODE SER DESAGRADÁVEL

L'Air de Montcuq

Um estudante francês inventou um negócio rentável: vender latas de ar fresco. Antoine Deblay decidiu comercializar latas de 250ml com ar da sua terra natal, Montcuq, no sudoeste da França.

O jovem de 22 anos divulgou a ideia, pela primeira vez, no site de crowdfunding KissKissBankBank e surpreendentemente recebeu mais de 2 mil 500 reais em investimento em poucas semanas.

Depois de colocar à venda o produto “100% biológico” a um custo de 5 euros a latinha, as encomendas começaram a chegar e em apenas três semanas teve que despachar cerca de mil pedidos.

Mesmo que os coxinhas de todo o mundo queiram respirar ares franceses, para os não falantes do idioma torna-se difícil perceber a razão humorística pela qual o produto se tornou tão famoso.

É que, na língua francesa, a palavra Montcuq é facilmente confundível com a pronúncia de “mon cul” que, em português, pode ser traduzido por “meu traseiro” – para não ir direto ao popular.

Logo, o produto Air de Montcuq parece se referir ao “ar do meu traseiro” ou, mais escatologicamente falando, aos odores dele provenientes. Enfim, uma gozação que caiu no gosto da galera.

Mesmo diante de tanto sucesso, Antoine Deblay compromete-se a vender apenas 10 litros de ar por semana, o que faz com que futuras encomendas possam estar sujeitas a listas de espera.

Deixe um comentário interessante neste artigo: