Keith Richards: a língua afiada do monstro do rock

Colagem de ensaio, passagem de som e show do rolling stone na Argentina.

A língua afiada de Keith Richards, sobre um desafeto: “Houve uma época em que os empresários queriam nos obrigar a incluir animais nos shows dos Stones. Eu os mandava imediatamente à merda: não trabalho com animais, já trabalhei com Elton John e isso basta!”

Guitarrista Keith Richards dos Rolling Stones

EILEEN

Eileen, won’t you lean on me
This is no life living here without you
This is no way for me to get alone, yeah
Now that I know I’m no good without you
Eileen, Eileen

Eileen, won’t you lean on me, please
How much I had baby when I had you
I’m destitute this way, yeah
I’m doing time living here without you
Eileen, Eileen, Eileen

Eileen, I’m coming clean
guess no substitute will do, yeah
What do I do, baby, to impress you
Now that I’m blown and thrown out the way
Eileen, Eileen

Eileen, you can lean on me
Baby I’m dead in a cruel world without you
Eileen lean on me
Lean on me
Eileen baby won’t you lean on me

Um comentário em “Keith Richards: a língua afiada do monstro do rock

  • 14 de julho de 2010 em 23:52
    Permalink

    taí, o tempero (h)ardido e estiloso dos stones. É, véi… quando o tempo chegar com seus maltratos quero ser um idoso assim, numa boa. hehehe

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: