Jeep Willys – reforma e customização do volante

Volante Jeep Willys CJ Reformado

Do Blog NEMO Design

A customização de velhos volantes costuma ser uma rara oportunidade para se dar asas à imaginação.

Na maioria das vezes o artesão recebe a peça bastante desgastada ou danificada. O primeiro impulso de um leigo seria despachá-la direto para a sucata.

Engano, quase sempre é possível operar verdadeiros milagres, daqueles capazes de encher os olhos.

Com a reciclagem de peças clássicas antigas três objetivos são atingidos: você preserva um bem que conta parte da evolução automotiva e impede que este patrimônio se transforme em entulho em depósitos a céu aberto ou vire fuligem porque, não duvide, é esse exatamente o seu destino.

Volante Jeep Willys OriginalAh, sim, o mais gostoso de tudo: a relação custo-benefício – você agrega muito mais valor ao seu veículo do que aquilo que dispende na reforma.

A nossa colega de blog Nivia de Oliveira Castro, proprietária de um Jeep Willys CJ-5 em processo de customização, para ilustrar essa conversa, não quis instalar o kit de direção hidráulica e um volantinho esportivo desses bem comuns que se usa por aí.

Com toda a razão, pois não tinha nada a ver uma coisa com a outra.

Preferiu manter aquela “pegada” tradicional, mais pesada, na hora de fazer as curvas. Só que o volantão original achava-se num estado deplorável, parecido com este aí acima.

Além do mais não combinava mais com o novo conjunto visual do jipe: suspensão muito alta, tipo monster, com 2,10 metros no limite do parabrisas; pintura da carroceria preta brilhante; capota conversível areia e ferragens – como parachoques, estribos, santo antônio, retrovisores e aro das rodas, além das dobradiças – em prata acetinado.

Volante Vermelho Preto Prata Jeep WillysNo interior, contrastes fortes com o vermelho-sangue em partes do estofamento dos bancos, pedaleiras, manoplas de câmbio e freio de mão, painel e console.

Um verdeiro escândalo, só que de muito bom gosto com essa combinação tripla do preto, prata e vermelho.

Mas a ideia principal era essa mesmo: chamar a atenção com vontade.

É evidente, portanto, que o volante não poderia ficar excluído dessa composição mais robusta.

Em que pese o péssimo estado do revestimento de plástico rígido, a parte estrutural em aço mantinha-se em perfeitas condições.

Por outro lado, o perfil original muito delgado dava uma desagradável sensação de falta de volume, sem falar no desconforto para as mãos.

Reforma Volante Jeep Willys BuzinaA solução foi encorpar o miolo e a pegadeira exclusivamente com o uso de fibra, resina e pintura de alta resistência.

Todos os componentes utilizaram esses materiais, incluindo o grande anel central, que imita a cromagem, e a pegadeira externa, com uma convincente aparência de estofamento em couro.

A buzina ao centro recebeu um revestimento com uma imagem em 3D.

As medidas finais ficaram em cerca de 18 polegadas de diâmetro e de 1,5 polegada na espessura do aro externo, bem confortáveis para uma direção mais dura.

A blogueira/jipeira, por fim, adorou também a referência às cores da cobra coral – ela já está acostumada a elas, pois vive mais enfiada na Mata Atlântica com seu CJ-5 do que na cidade.

Esta última foto dá uma boa ideia da harmonização do conjunto. E não deixe de clicar nas imagens para ver os detalhes mais ampliados.

Volante Jeep Willys Reforma Custom

Se você gostou deste modelo ou busca alternativas para a reforma do volante de seu Jeep ou outro veículo, clique no banner abaixo e explique qual é a sua necessidade. Imediatamente você receberá o retorno de um dos artesãos que irá tornar o seu projeto realidade.

* * *

NEMO - Estúdio & Oficina de Artesanato Inovador

Reforma de Volantes de Jeeps

9 comentários em “Jeep Willys – reforma e customização do volante

  • Pingback: Novo Jeep CJ66 combina 3 gerações do antigo Willys e Wrangler

  • Pingback: Manopla de câmbio de couro e metal? Nada, é só madeira

  • 17 de julho de 2010 em 21:34
    Permalink

    Quero um rosa pro meu bichinho de estimação!

    Resposta
  • 16 de julho de 2010 em 11:57
    Permalink

    Oi Yuri.
    Quando vi as fotos achei que era volante importado, tipo aqueles custom que fazem lá nos EEUU. Custei a acreditar. Bela surpresa ver que tem gente correndo atrás.
    Abs.
    José Emílio

    Resposta
  • 16 de julho de 2010 em 09:11
    Permalink

    !?!?!?! O aro externo não é de couro ? Putz , imitação mais bem feita , meu . Vcs são uns artistas de primeira . Não é puxação de saco não . A customização é mesmo da hora !!!!!!!

    Resposta
  • 15 de julho de 2010 em 21:58
    Permalink

    Passei num ferro-velho em Itaboraí e tem um monte de volante antigo de jipe tudo jogado de qualquer maneira lá num canto. Pelo que tô vendo, um baita desperdício. É só fazer uma reforma dessas que o volante passa a valer uma nota. Muito bacana, parabéns!!!

    Resposta
    • 11 de abril de 2011 em 15:42
      Permalink

      Nadal, aonde foi esse ferro velho que vc viu em itaborai? pode me passar o endereço dele?
      obrigada Ana

      Resposta
      • 11 de outubro de 2011 em 00:07
        Permalink

        Nadal, também gostaria de saber o endereço do ferro velho de Itaboraí, obrigado!

        Ana, assim que o Nadal informar o endereço pf … me passa tá? mto obrigado!

        Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: