Jaquet-Droz, o gênio que fabricava robôs há dois séculos e meio

DE VOLTA PARA O PASSADO DA ROBÓTICA

Muita gente ainda entende os robôs como coisa futurista, sem se dar conta que eles existem há cerca de 250 anos, através da obra visionária de um gênio relojoeiro suíço chamado Pierre Jaquet-Droz.

Também impressionante é que seus androides mecânicos não tinham a aparência híbrida, entre a humana e a de máquinas. Ao contrário, pareciam gente de verdade, com cabelos e até roupa da época.

Ciborgues de Pierre Jaquet-Droz

Cada ciborgue era concebido por Jaquet-Droz para executar uma função específica, como escrever, desenhar ou tocar piano – numa pretensão conceitual de mecanizar a razão e automatizar as paixões.

Os robôs se assemelham a bonecos de porcelana, com seu interior chegando a ser composto por até 6 mil engrenagens, cada uma refinada e miniaturizada para caber dentro da sua estrutura compacta.

Fabricante de robôs

A partir de Ciência Online

Um comentário em “Jaquet-Droz, o gênio que fabricava robôs há dois séculos e meio

Deixe um comentário simpático neste artigo: