Japão joga no mar 11 mil 500 toneladas de água radioativa

Radioatividade em peixes e alimentos

CONTAMINAÇÃO NUCLEAR NO OCEANO PACÍFICO

Do blog ECOnsciência

A Tokyo Electric Power (Tepco), que explora a central nuclear japonesa de Fukushima, achou mais fácil se livrar de 11.500 toneladas de água radioativa represada nas instalações danificadas no terremoto de 11 de março lançando todo o material contaminado no mar.

Um porta-voz da Tepco foi preciso: “cerca de 10.000 toneladas de água acumulada nas piscinas e 1.500 toneladas atualmente nos reatores 5 e 6” vão ser vazadas diretamente no oceano Pacífico.

A água apresentaria “fracos níveis” de radioatividade, sublinhou o porta-voz.

“Nós não tínhamos outra escolha senão a de retornar esta água contaminada para o oceano como medida de segurança”, afirmou o porta-voz do governo nipônico, Yukio Edano.

Por outro lado, os técnicos da Tepco planejam utilizar um polímero em pó para travar a fuga de água radioativa de um dos reatores para o Oceano Pacífico.

No sábado, a Tepco detetou uma fissura de cerca de 20 centímetros na parede de um poço perto de um dos reatores, onde está água com alta radioatividade (nível de iodo-131 que excede 10.000 vezes a concentração legal), que está a escoar para o oceano.

Os técnicos tentaram cobrir a fissura no sábado com concreto mas a presença contínua de água impediu que o material se solidificasse.

Depois desta tentativa, decidiram injetar polímero em pó altamente absorvente no tubo que conduz ao poço, perto da entrada de água do reator 2 e que contém cabos elétricos, segundo a agência de notícias local Kyodo.

Na água do mar, perto da central nuclear, foram detetados níveis de radioatividade muito acima dos limites permitidos, o que gerou preocupação sobre a extensão e o impacto da poluição a partir da unidade nuclear.

A amostra recolhida no mar perto da central nuclear, na quarta-feira, mostrou uma concentração de iodo-131, que ultrapassou 4.385 vezes o limite legal e, desde então, a Tepco deixou de divulgar resultados, depois de detetar erros nos seus programas de medição, segundo a agência Kyodo.

Enquanto continuam os esforços para conter o vazamento, os trabalhadores prosseguem com as operações para drenar a água radioativa que inunda os poços dos reatores 1, 2 e 3.

Fonte: Sapo/Lusa

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

2 comentários em “Japão joga no mar 11 mil 500 toneladas de água radioativa

  • 4 de abril de 2011 em 22:43
    Permalink

    Será que alguem poderia me dizer, quais as consequencias de termos tanta água contaminada dos reatores de fukushima despejada no oceano…..?

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: