Ibope: minissérie bíblica derrota o Carnaval da TV Globo

Audiência do Carnaval na TV

RESISTINDO ÀS TENTAÇÕES

A Cachaça da Happy Hour

Com a crise econômica internacional o turista estrangeiro não veio para o Carnaval; e com o frio glacial no hemisfério Norte, o brasileiro adiou planos de passeios na Europa e EUA para as férias de julho.

A queda no número de visitantes estrangeiros foi compensada pela consolidação da economia brasileira, crescimento da participação das classes C e D no turismo interno e consequente incremento da movimentação de turistas nacionais, em busca de novos destinos.

Pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e os sindicatos de hotéis bares e restaurantes regionais de Alagoas, Pernambuco e da cidade do Rio de Janeiro confirma que a taxa de ocupação da rede hoteleira girou em torno de 95%, garantida pelos nossos viajantes.

Isto considerado, acrescente-se que turista se desloca em busca de diversão, não é para ficar trancado em quarto de hotel assistindo televisão. Quem é folião por natureza e opta por permanecer em sua terra natal, tampa pra rua atrás de blocos e agitação. E quem fica na tranquilidade do lar, caso não goste do baticum ou a depender da corrente evangélica que siga, aí é que não vai se ligar mesmo em folia carnavalesca pela TV.

Tudo isto para entender alguns dos motivos pelos quais, pela segunda noite consecutiva, a Record derrotou a Globo e liderou o Ibope durante a transmissão do Carnaval.

Na segunda-feira, porém, a vitória deve ter sido ainda mais saborosa para os bispos da igreja Universal, já que, pela primeira vez, uma produção religiosa, a minissérie Rei Davi, derrotou a luxúria e a nudez do Carnaval da Globo.

Durante a exibição de um compacto especial da atração protagonizada por Leonardo Brício, a Record liderou até 0h40, por 14 a 13.

Um dia antes, a revista eletrônica Domingo Espetacular, da Record, já havia vencido a Globo, que exibiu a primeira noite dos desfiles das escolas de samba do grupo especial, no Rio de Janeiro.

Ontem, não só Rei Davi venceu, mas também o Repórter Record (entre 23h32 e 0h21), que deixou a Globo trás por 12 a 10. Cada ponto de ibope vale por 58 mil domicílios sintonizados na Grande São Paulo.

Até o SBT perdeu para os pastores

Os dados também revelam que a transmissão da Globo dos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, no domingo, registrou uma queda de 20% na audiência, na comparação com 2011.

Anteontem, a emissora marcou pífios 8,3 pontos no Ibope da Grande São Paulo. A primeira noite dos desfiles cariocas no ano passado marcou 10,4. Em 2010, a média foi de 10,9 e, em 2009, 12,5 pontos.

Com os desfiles do Grupo de Acesso do Rio, o SBT havia dado 1,3 ponto no Ibope da Grande SP, no sábado. O canal perdeu até para o Fala que Eu Te Escuto (Record). A rede concorrente marcou 5,4 no horário.

Com F5

Deixe um comentário interessante neste artigo: