Humor na clínica – para psiquiatras, malucos e assemelhados

Uma cara pra cada dia da semanaTÁ TODO MUNDO LOUCO, OBA!

Na clínica de psiquiatria:
– Doutor, pssssiu… vou lhe contar um segredo: eu sou um galo!
– E desde quando o senhor acha que é um galo?
– Ah, desde que eu era um pintinho.

***

O psiquiatra incentiva o paciente:
– Conte-me tudo, não me esconda nada… mas desde o princípio, hein!
– Pois bem, doutor! No princípio EU criei o céu e a terra…

***

O paciente chega no consultório, tímido e cabisbaixo:
– Doutor, eu tenho dupla personalidade.
– Esquenta não, meu filho. Senta aí e vamos conversar nós quatro.

***

Sabem qual a diferença entre um clínico, um cirurgião-geral, um psiquiatra e um patologista?
O clínico: Sabe tudo e não resolve nada.
O cirurgião: Não sabe nada mas resolve tudo.
O psiquiatra: Não sabe nada e não resolve nada.
O patologista: Sabe tudo, resolve tudo, mas sempre chega atrasado

***

Adolescente angustiada:
– Doutor, eu tenho complexo de feia.
– Que complexo que nada.

***

O cara vivia esquecendo tudo:
– Doutor, estou com uma terrível amnésia.
– Desde quando?
– Desde quando, o quê, doutor?

Um comentário em “Humor na clínica – para psiquiatras, malucos e assemelhados

  • 17 de fevereiro de 2011 em 16:03
    Permalink

    quero interná minha filha

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: