HAPIfork: e-garfo inteligente para quem não quer engordar

GARFO ELETRÔNICO EMITE ADVERTÊNCIAS

Um dos motivos aceitos para a pessoa engordar está na velocidade com que ataca o prato. É que, ao início das refeições, o cérebro leva 12 minutos para desencadear os mecanismos de saciedade. Por isto é que se come as saladas antes do cardápio principal. É para evitar, além da indigestão, a obesidade.

Garfo ajuda a emagrecer

Como pouca gente controla a voracidade quando é dada a largada para o almoço ou para o jantar, lançaram para pré-venda um garfo eletrônico que emite sinais de alerta sempre que o esfomeado come demasiadamente depressa.

O e-garfo controla as refeições, monitora o número de garfadas e a duração de cada intervalo entre as porções levadas à boca. Para tanto, vem equipado com sensores que analisam os (maus) hábitos de alimentação do usuário.

A invenção de Jacques Lepine, baseia-se em pesquisas que provam que uma alimentação lenta é mais saudável. A ideia vem da teoria de que o cérebro precisa de algum tempo para processar a saciedade e controlar os impulsos da fome.

O garfo inteligente ajudaria a perder peso através de alertas por vibração e da luz LED de advertência, bem como diminuir os problemas digestivos com uma alimentação mais lenta e regrada, segundo a empresa responsável pela criação, a HAPILABS.

O HAPIfork Smart Cutlery, nome do e-garfo, vem acompanhado de um software que registra o tempo que se demora a comer a refeição, quantas vezes o garfo é levado à boca por minuto e quanto tempo se demora para engolir cada garfada.

Ele permite ainda carregar a informação para o PC, para que o utilizador possa acompanhar o percurso da dieta e seguir as instruções do sistema.

À medida que o usuário se alimenta, os dados são enviados, via Bluetooth ou USB, para o computador e é também possível compartilhar a informação com os amigos, para que sejam solidários na vigilância.

O produto foi oficialmente lançado no Kickstarter, a plataforma que levanta recursos e financiamentos para invenções, podendo chegar em junho, ou até antes, à mesa dos glutões em cinco opções de cores diferentes, incluindo verde e rosa.

Mas quem contribuir desde já com 99 dólares (cerca de 200 reais) terá a possibilidade de receber imediatamente o e-garfo em casa. Antes disso, porém, a HAPILABS terá que reunir 100 mil dólares para viabilizar o projeto.

Deixe um comentário interessante neste artigo: