Gram-Eollic, o primeiro carro quadriflex do mundo, é brasileiro


Movido a gasolina, álcool, energia solar e eólica

MOVIDO A GASOLINA, ÁLCOOL, ENERGIA SOLAR E EÓLICA

O carro ‘quadriflex’ chega para mudar a história dos automóveis e veículos automotores. Com conceito ambiental, sustentável e design moderno, o funcionamento do motor pode ser a gasolina, etanol, energia eólica e solar. Quanto maior a velocidade, mais produção de energia eólica; quanto maior a incidência de luz, mais geração de energia fotovoltaica. Até com a iluminação das avenidas são captados os fótons, garantindo a total segurança do sistema.

Do blog ECOnsciência

O primeiro carro quadriflex do mundo, inventado pelo cearense Fernando Alves Ximenes, promete ser uma das atrações da Ecoenergy, 1ª Feira Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia e Eficiência Energética, realizada a partir desta quinta-feira (15) até sábado (17), no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

O cientista, da empresa Gram-Eollic, adaptou um veículo Novo Uno, da Fiat, fazendo o motor operar movido a energia solar e eólica, além de gasolina e etanol. O automóvel recebeu modificações no teto, com células fotovoltaicas, e no para-choque, onde foram instaladas turbinas eólicas.

O veículo garante menor emissão de CO2 na atmosfera e possui maior potência e torque. Com o deslocamento, as turbinas giram e alimentam o sistema elétrico e o sistema de combustão. É quando utiliza tanto a energia eólica quanto a solar.

Desligado ou estacionado, é alimentado pela energia solar, captada tanto da luz do sol quanto das lâmpadas elétricas em geral. Uma bateria armazena a carga.

No carro adaptado por Ximenes, em quatro versões (executiva, esportiva, comercial e para o dia a dia), a emissão de poluentes foi reduzida em 40%, e o consumo melhorou.

O custo de adaptação do veículo é de R$ 8 mil. Agora, o inventor trabalha para chegar à versão 100% autossustentável, sem necessidade de bateria.

A feira reunirá fornecedores de produtos e serviços voltados para a geração, transmissão e comercialização de energia.

Também estarão representados setores inovadores na geração de energia como biomassa (animal ou vegetal), incluindo biogás e biodiesel, além de energia eólica, hidráulica, hidrelétrica, solar e das marés.

O Centro de Exposições Imigrantes fica na rodovia dos Imigrantes, km 1,5.

Via Rede Brasil Atual

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora


Deixe um comentário simpático neste artigo: